ASBs apresentam expectativas de avanços na carreira em 2023

Desde 2014, o servidor Auxiliar de Saúde Bucal (ASB) e o Técnico de Saúde Bucal (TSB)  fazem a luta pela valorização da profissão e pelo avanço na carreira. 

Nesse sentido, o ASB faz a transição do cargo do nível fundamental para a parte de nível médio da carreira, o que a prefeitura realizou com apenas 15% por cento do efetivo de servidores. 

Aparte o percentual de servidores que conseguiram a transição, o restante do segmento ficou impossibilitado devido ao congelamento do plano a partir do pacotaço de Greca de 2017 – que congelou as carreiras e, na época, ainda por cima reprimiu os servidores há seis anos atrás. 

A expectativa é que, com a reabertura do debate na Câmara sobre os planos de carreiras dos servidores, o segmento também seja beneficiado. 

Ao todo, são seis planos de carreira, sendo um geral e os outros específicos, para os procuradores, os auditores fiscais, os professores de educação infantil, o magistério e os guardas municipais. 

No dia  4 de julho (terça) está prevista reunião do Sismuc com todos os servidores da Odontologia, de maneira a pensar estratégias conjuntas para avanço neste ano. 

Importância do profissional 

O auxiliar de saúde bucal (ASB) e o técnico de saúde bucal (TSB) são importantes membros da equipe de saúde bucal.

Já o TSB tem nível superior de formação. Ele  é responsável por auxiliar o cirurgião-dentista, exercer funções como a realização de procedimentos preventivos e básicos.

Ambos os profissionais são regulamentados pelo Conselho Federal de Odontologia (CFO) e têm a função de auxiliar o cirurgião-dentista, visando a segurança e qualidade dos atendimentos em saúde bucal. 

 

Verified by ExactMetrics
Verified by ExactMetrics