Segundo turno conta com mais urnas fixas

A comissão eleitoral definiu os locais de votação do segundo turno das eleições do Sismuc. Vão ser utilizadas urnas volantes e pelo menos 23 urnas fixas. O aumento da quantidade de urnas fixas se deve ao fato de a educação estar de recesso no período da votação: dias 18, 19 e 20 de julho. No segundo turno, é necessário atingir o quórum de 40% mais um voto dos servidores sindicalizados. Isso representa 3918 votos.

Para essa etapa, além das urnas em pontos centrais para os servidores como a sede do sindicato, a perícia, o prédio central, o Instituto Curitiba de Saúde, edifícios Laucas e Delta, os servidores podem votar em Ruas da Cidadania e em Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), conforme explica a comissão eleitoral: “As listas de votantes da Educação (ESCOLAS MUNICIPAIS; CMEIS; CMAES e CEIS) estarão compondo as urnas fixas de suas respectivas regionais, localizadas nas Ruas da Cidadania e na urna da Sede do SISMUC para a Regional Matriz”.

Mesmo assim há outra possibilidade de voto caso a pessoa sindicalizada não compareça a urna fixa. Ela pode votar em qualquer urna volante. Essas percorrem os equipamentos de trabalho nas regionais.

Correio

A votação também ocorre por correspondência. Essa modalidade é direcionada aos aposentados, que recebem a cédula em casa, pelo correio, votam, e depois encaminham de novo para o Sismuc. Os custos de correspondência são pagos pela entidade.

Clique aqui e confira os locais de votação.

Nota de pesar José Haroldo Ludewig

É com profundo pesar que recebemos a notícia do falecimento de José Haroldo Ludewig, servidor que dedicou parte significativa de sua vida ao serviço público. José iniciou sua jornada como Auxiliar de Serviços Escolares em 2012, na Escola CEI Lina

Leia mais »