Escolha do conselho fiscal é independente das chapas

Começou o último dia de votação da eleição do Sismuc. Além das duas chapas concorrentes, os sindicalizados aptos a votar também escolhem o novo conselho fiscal. São 16 candidaturas concorrendo a cinco vagas de titulares e a cinco vagas de suplentes. Nesse processo eleitoral, as candidaturas não fazem parte das chapas.

O objetivo dessa independência é dar mais transparência e autonomia para o conselho fiscal. Pois ele é escolhido a parte da chapa eleita. Caberá a esse grupo avaliar as contas do sindicato, os investimentos e emitir pareceres sobre a aprovação, aprovação em partes ou reprovação das contas da entidade.

A análise é feita constantemente e os resultados são apresentados em assembleia geral. Além disso, o sindicato tem obrigação de publicar frequentemente o balanço orçamentário nos veículos de comunicação da entidade.

Nesse ano já foi realizada a assembleia de prestação de contas referente a 2017. Os valores utilizados foram aprovados por unanimidade pela categoria presente em assembleia geral no dia 22 de março. O sindicato arrecadou R$ 3,280 milhões com seus quase 10 mil sindicalizados e investiu R$ 3,270 milhões, fechando o ano de 2017 com saldo positivo. Além disso, foi realizado o balanço político e jurídico da entidade.

Confira a lista das candidaturas ao conselho fiscal

15 de maio – Dia do/da Assistente Social

No Dia do Assistente Social, reconhecemos o papel crucial desses profissionais na construção de uma sociedade mais justa e inclusiva. Seu trabalho é fundamental para garantir que todos tenham acesso aos seus direitos básicos e vivam com dignidade. Vamos valorizar

Leia mais »