ILMA PRESENTE: Perdemos uma das imprescindíveis

A luta de classe é transformadora. Em meio às injustiças
sociais, lutadoras e lutadores surgem como exemplo de coragem e nos inspiram a
enfrentar as dificuldades. Integrar esse processo de mudança pessoal e coletivo
enche nossas vidas de motivação e gratidão, por nos tornarmos cada vez mais solidários
e buscarmos juntos pela igualdade social.

Ilma Alves Bomfim foi um exemplo. Além de ser seguido, de
ser disseminado na sociedade, num contágio viral de ousadia e esperança na
luta, não apenas dos servidores públicos municipais de Curitiba, mas de toda a
classe trabalhadora.

Servidora da FAS, Ilma nos deixou. Deixa um legado. Da
construção e fundação do Sismuc. Das sementes que plantou, os frutos de
esperança são colhidos hoje. Somos todos descendentes da perseverança desta
lutadora, guerreira em defesa dos nossos direitos.

Mãe de Marcela Alves Bomfim, que presidiu o Sismuc de
2009 a 2012, “Dona Ilma” deixa outras centenas de filhas e filhos espalhados
pelos locais de trabalho da Prefeitura de Curitiba. Todos criados da sua luta.
Ilma foi incansável, inspiradora e contagiante na defesa de nossos sonhos,
muitos deles realizados atualmente.

Se hoje temos consolidados direitos históricos e um
Sindicato forte e combativo foi porque tivemos a oportunidade de acompanhar sua
trajetória de conquistas. Ilma será sempre lembrada pela bravura com que representou
os servidores municipais de Curitiba. A classe trabalhadora perde uma das
imprescindíveis, como diria Bertolt Brecht:

Há pessoas que lutam um dia e são bons.

Há outras que lutam um ano e são melhores.

Há as que lutam muitos anos e são muito bons.

Mas há as pessoas que lutam toda a vida.

E estas são imprescindíveis.

ILMA PRESENTE!

CMEIs e escolas sofrem com defasagem de profissionais

Falta de professores, CMEIs com estruturas defasadas e, agora, mais um grande problema encontrado na educação pública da cidade inteligente. A Secretaria de Educação de Curitiba tem feito o dimensionamento dos profissionais que atuam nas escolas especiais, ou seja, vem

Leia mais »