Coletivo da Educação inicia debate sobre participação em conferências

Professores de educação infantil se reuniram na noite de
ontem (09) para começar a discussão sobre a participação de servidores em
conferências nacionais de educação. O Coletivo de Trabalhadores da Educação e de Professores da Educação Infantil Sismuc avalia se a categoria
deve estar na Conferência Nacional de Educação (Conae 2018), que acontece nos dias 21, 22 e 23 de novembro.

A discussão está no impasse criado pelo governo golpista
de Temer, que subordinou a conferência ao Ministério da Educação. Movimentos criaram o Fórum Nacional Popular de Educação (FNPE), que tem a tarefa de
pressionar o governo federal e fazer valer a implementação dos planos nacional,
estaduais, distrital e municipais de educação e viabilizar a organização da
Conferência Nacional Popular de Educação (CONAPE), do qual o Sismuc já
participa.

15 de maio – Dia do/da Assistente Social

No Dia do Assistente Social, reconhecemos o papel crucial desses profissionais na construção de uma sociedade mais justa e inclusiva. Seu trabalho é fundamental para garantir que todos tenham acesso aos seus direitos básicos e vivam com dignidade. Vamos valorizar

Leia mais »