Segunda-feira é dia de Greve dos agentes de endemias

Os agentes de combate a endemias da Prefeitura de
Curitiba paralisam as atividades nesta segunda-feira, dia 07. A Greve da
categoria tem início após a realização de Assembleia Geral, no dia 27 de abril,
e é resposta à Prefeitura, que nega aos trabalhadores o direito à vale-alimentação
e adicional por insalubridade. A partir das 08 horas, os trabalhadores se
concentram na sede do Sismuc (Rua Monsenhor Celso, 225) e de lá partem em
caminhada até a administração.

A gestão do prefeito Rafael Greca (PMN) insiste em não
conceder vale-alimentação para os agentes devido ao “custo elevado”, já que
estima gasto em torno de um milhão de reais. A recusa foi apresentada em audiência
entre o Sindicato e a Secretaria de Recursos Humanos, no último dia 24, no
Ministério Público do Trabalho.

O Sismuc rebate a posição com cálculos simples. O auxílio
solicitado pelos agentes de endemias é de R$ 11 para cerca cinquenta
profissionais. Seriam 550 reais por mês, e pouco mais de R$ 6.600.00 ao ano. “Mesmo
que o benefício fosse aplicado aos 500 agentes comunitário de saúde, isso
representaria R$ 121 mil por mês”, aponta a coordenadora do Sismuc Irene
Rodrigues.

Na reunião no MPT, a secretaria de Recursos Humanos também
negou adicional de insalubridade, afirmando que o direito de receber a verba
não está previsto para os agentes. O Sismuc solicitou a realização de novo parecer.

AGENDA

Greve dos agentes de endemias

07 de maio

08h00

Concentração em frente ao Sismuc (Rua Monsenhor
Celso, 225)

Nota de pesar José Haroldo Ludewig

É com profundo pesar que recebemos a notícia do falecimento de José Haroldo Ludewig, servidor que dedicou parte significativa de sua vida ao serviço público. José iniciou sua jornada como Auxiliar de Serviços Escolares em 2012, na Escola CEI Lina

Leia mais »