Confetam convoca servidores municipais para Dia Nacional de Paralisação

Em sintonia com a Central Única dos Trabalhadores (CUT), a Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal (Confetam/CUT) convoca para o Dia Nacional de Paralisação, nesta sexta-feira (10), quando ocorrerão protestos pela anulação da reforma trabalhista por todo o Brasil.

Prevista para vigorar no dia seguinte às manifestações nacionais, a reforma desmontou a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). Para enfrentar esse desmonte de direitos e os ataques à organização dos trabalhadores, as centrais sindicais sairão unificadas às ruas nos atos de 10 de novembro.

A unidade das centrais e a força dos trabalhadores

“O momento é de unidade, de superação de divergências para a construção de uma ação conjunta de todas as centrais sindicais, deixando claro ao governo golpista e ao Congresso Nacional que estamos juntos na luta pela anulação da reforma trabalhista”, afirma a presidente da Confetam/CUT, Vilani Oliveira.

A Confetam/CUT orienta as federações estaduais filiadas e os sindicatos de base a aderirem às atividades das CUTs e demais centrais nas capitais dos estados, no Distrito Federal, e/ou a organizarem manifestações nas regiões/cidades onde os servidores públicos municipais estão organizados. As manifestações devem denunciar as aberrações jurídicas da reforma trabalhista questionadas pela Organização Internacional do Trabalho (OIT) e Justiça do Trabalho.

CMEIs e escolas sofrem com defasagem de profissionais

Falta de professores, CMEIs com estruturas defasadas e, agora, mais um grande problema encontrado na educação pública da cidade inteligente. A Secretaria de Educação de Curitiba tem feito o dimensionamento dos profissionais que atuam nas escolas especiais, ou seja, vem

Leia mais »