Conquista! Professores da Educação infantil terão Documentação Pedagógica

A partir de 2018, os professores da educação infantil vão ganhar quatro horas bimestrais para debater a situação de cada um dos alunos dos Centros Municipais de Educação Infantil (Cmei’s). A conquista da Documentação Pedagógica  foi obtida ontem(31) na reunião entre os representantes do magistério e educação infantil municipais e gestores da Secretaria Municipal da Educação(SME). 

A coordenadora de comunicação do Sismuc, Soraya Zgoda, ressalta que os professores da educação infantil terão um dia específico para fazer a documentação pedagógica dos alunos nos cmeis, algo semelhante aos conselhos de classe que ocorrem nas escolas públicas municipais e estaduais. “As crianças serão dispensadas por quatro horas para que as professoras possam fazer uma reunião com a equipe pedagógica e assim produzir ou corrigir os pareceres descritivos das crianças. É uma conquista para nós, pois isso já é realidade nas escolas integrais, onde os professores têm os conselhos de classe. É um avanço para a Educação infantil e principalmente para os alunos”, comemora.

Calendário Escolar 2018 para os Cmeis

Na reunião foi debatido o calendário dos Cmeis, das escolas municipais e dos Centros Municipais de Atendimento Educacional Especializados(Cmaees) da rede pública municipal de Ensino de Curitiba. A data para o início de ano letivo nas unidades escolares é dia 19 de fevereiro. Antes disso, os professores se reúnem no dia 15 de fevereiro para a Organização do Trabalho Pedagógico (OTP) e dia 16 a Semana de Estudos Pedagógicos (SEP).

As reuniões internas para a organização da documentação nos Cmei’s serão realizadas nos dias 6 de abril, 8 de junho, 9 de novembro e 21 de dezembro de 2018. A reunião  para avaliação dos parâmetros na educação infantil serão realizadas em 20 de outubro. 

Recesso 

O recesso de julho começa no dia 16 e termina no dia 31. A Sep ficou prevista para os dias 1 e 2 de agosto. 

CMEIs e escolas sofrem com defasagem de profissionais

Falta de professores, CMEIs com estruturas defasadas e, agora, mais um grande problema encontrado na educação pública da cidade inteligente. A Secretaria de Educação de Curitiba tem feito o dimensionamento dos profissionais que atuam nas escolas especiais, ou seja, vem

Leia mais »