Servidores aprovam continuidade da greve

Em assembleia na tarde de hoje (12), servidores municipais
afirmam continuidade da greve e convocam servidores para a concentração amanhã,
às 7h, na frente da Câmara Municipal.

A convocatória se deve ao fato de que amanhã vai a plenário o
projeto referente ao Instituto de Previdência Municipal de Curitiba (IPMC).

Irene Rodrigues, coordenadora do Sismuc, reforçou as perdas
econômicas que os municipais já estão tendo. De acordo com ela, apenas o
projeto referente ao IPMC já retira 3% de perda real.

“Os servidores devem vir pela dignidade”, reafirma Irene.

“Estamos perdendo dinheiro”, complementa outra servidora,
presente à greve.

Dia intenso de mobilizações 

Pela manhã, houve forte concentração do funcionalismo
municipal ao redor da Câmara de Vereadores. A Avenida Visconde de Guarapuava
foi ocupada pelos servidores, que exigem a retirada dos projetos do pacotaço.

No começo da tarde, foi protocolado documento junto à Câmara
Municipal, a partir de pedido de informações feito por conselheiro do IPMC ao
Ministério da Fazenda – que apontou irregularidades nas mudanças no IPMC
propostas por Greca.

Segundo o texto protocolado, a proposta
encaminhada pelo prefeito Rafael Greca é apontada como inconstitucional pela
Procuradoria da Câmara Municipal (Projuris), Tribunal de Contas do Estado do
Paraná e, agora, pelo próprio Ministério da Fazenda.

CMEIs e escolas sofrem com defasagem de profissionais

Falta de professores, CMEIs com estruturas defasadas e, agora, mais um grande problema encontrado na educação pública da cidade inteligente. A Secretaria de Educação de Curitiba tem feito o dimensionamento dos profissionais que atuam nas escolas especiais, ou seja, vem

Leia mais »