Coletivos do Sismuc intensificam mobilização contra a retirada de direitos

A partir da próxima segunda feira(05), os coletivos do Sismuc estarão reunidos para formular ações contra a tramitação dos projetos de lei encaminhados pelo prefeito Rafael Greca para a Câmara dos Vereadores (CMC). O ajuste fiscal, concentrado no Pacote de Maldades, retira direitos históricos dos servidores e pune toda a população curitibana, já que inclui medidas como o aumento de impostos dos contribuintes. 

A reunião dos Coletivos de Trabalhadores Administrativos, Saúde e FCC será realizada na segunda-feira (05) e o Coletivo de Representantes por Local de Trabalho e  dos Aposentados se reúne na terça(06). O primeiro tem  reuniões às 9 e às 14h e o segundo, somente às 14h. 

Na quarta-feira (7), às 19h, ocorre a reunião com o Coletivo de Trabalhadores da Educação, Professores de Educação Infantil e Smelj e na quinta-feira (8)  será o encontro dos Coletivo de Polivalentes, Fiscais e Trabalhadores da FAS.

Durante toda a semana o Sismuc vai organizar a categoria para construir uma ampla mobilização dos trabalhadores, os quais  querem responder aos ataques da Câmara dos Vereadores com uma greve geral de todo o funcionalismo público. 

CMEIs e escolas sofrem com defasagem de profissionais

Falta de professores, CMEIs com estruturas defasadas e, agora, mais um grande problema encontrado na educação pública da cidade inteligente. A Secretaria de Educação de Curitiba tem feito o dimensionamento dos profissionais que atuam nas escolas especiais, ou seja, vem

Leia mais »