Prefeitura deixa parte dos servidores fora do projeto

Prefeitura não pagará o acréscimo de R$ 275 aos profissionais da saúde que não recebiam o PPQ. A decisão foi dada na Comissão de Legislação da Câmara dos Vereadores, na tarde de hoje (29), durante o primeiro debate sobre o projeto de lei que determina a incorporação do PPQ aos servidores da prefeitura.

Ao longo das negociações a PMC apresentou aumento do piso baseado na incorporação dos 275 e continuidade do pagamento do IDQ em diversos espaços, onde também beneficiariam cerca de 3.409 servidores da saúde, porém na apresentação do projeto na Câmara esses trabalhadores não estão sendo contemplados.

“Ficou assegurado para as categorias que não estavam incluídas no projeto de lei da jornada de 30 horas porque não eram da saúde e que agora seriam excluídas da incorporação do PPQ justamente por serem da saúde que continuaram recebendo a remuneração. Essa incoerência não poderia continuar.” afirma Irene Rodrigues, diretora do Sismuc.

Outra questão que tem que ser garantida é a isonomia entre os aposentados. Que todos sejam incluídos no piso de R$ 1,1mil e contemplados na incorporação do PPQ.

Amanha será debatido novamente o projeto da incorporação do PPQ, na Comissão de Serviço Público e na Comissão de Economia. O Sismuc procurará os vereadores individualmente para que apresentem as emendas que atendam as reivindicações dos aposentados e servidores não abrangidos pela incorporação.

Para isso é necessária a mobilização dos servidores especialmente os cargos não descritos no anexo 1 (clique aqui), na Câmara Municipal, às 15h30, para garantir avanços.
 

15 de maio – Dia do/da Assistente Social

No Dia do Assistente Social, reconhecemos o papel crucial desses profissionais na construção de uma sociedade mais justa e inclusiva. Seu trabalho é fundamental para garantir que todos tenham acesso aos seus direitos básicos e vivam com dignidade. Vamos valorizar

Leia mais »