Notícias

Imprimir
  • 09/10/2020 Saúde

    Resposta da gestão sobre atendimentos de odontologia é incoerente com a realidade

    Resposta da gestão sobre atendimentos de odontologia é incoerente com a realidade
    Arte: CTRL S
    Em ofício, gestão nega que tenha retomado procedimentos não emergenciais. Sindicato orienta que servidores não façam atendimento de rotina, mesmo com pressão das chefias

    Após denúncia do sindicato sobre o retorno dos atendimentos de rotina da odontologia, a Prefeitura negou, por meio de ofício, que tenha retomado as consultas de rotina para a odontologia, e salientou que os atendimentos continuam sendo apenas de urgência e emergência. Mas, sabemos que não é isso que tem acontecido em muitas unidades, onde a categoria recebeu ordens para retornar com os atendimentos não emergenciais.

    Em alguns locais de trabalho, os profissionais estão sendo pressionados até a ligar para comunidade, chamando os pacientes para os atendimentos de rotina! Essa prática expõe a riscos não apenas os trabalhadores como também os usuários.

    Diante da resposta da gestão, o sindicato ressalta a orientação de que os servidores não devem fazer agendamento de consultas que não sejam de urgência ou emergência, pois isso coloca em risco trabalhadores e usuários neste momento de pandemia!

    Agora, chama a atenção o desencontro de informações da gestão Greca. O ofício diz uma coisa, mas a realidade na ponta é outra! A falta de organização do desgoverno faz com que as chefias de cada local de trabalho passem informações desencontradas. E quem paga o preço? Servidores e usuários, que ficam expostos a riscos desnecessários por uma irresponsabilidade da gestão.

    Como temos denunciado, Greca fala uma coisa e faz outra, como se vivesse em um mundo paralelo à realidade dos servidores. Apesar da resposta ser que tudo está ocorrendo dentro da normalidade, não é isso que os servidores vivem na prática. São respostas prontas da gestão, que tentam aparentar uma normalidade que não é a realidade de quem está na ponta do atendimento.

    Restrições para atendimento de odontologia

    Mesmo sendo parte integrante das equipes de atenção primária em saúde, os serviços de odontologia tiveram restrições recomendadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS) desde o início da pandemia, em função dos procedimentos realizados que geram grande quantidade de aerossol e são extremamente contagiosos para os profissionais e para os usuários atendidos. Mandar os profissionais retomarem os atendimentos normais é colocá-los em risco.

    As alterações nas atividades dos Auxiliares de Saúde Bucal (ASB) foi justificada pela alteração no decreto municipal que regulamenta a atividade, o nº 1168/2019. Mesmo que façam atendimento de recepção, a disponibilidade e reposição de equipamentos de proteção individual (EPIs) adequados, para realização das atividades com segurança, é o que a gestão deveria garantir, antes de forçar a retomada das atividades normais em meio a pandemia que tem registrado vítimas diariamente em Curitiba.

Voltar para o Índice

Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Curitiba
Rua Nunes Machado, 1577 - Rebouças, Curitiba - PR. CEP: 80220-070     Fone/Fax: (41) 3322-2475 | (41) 98407-4932     E-mail: sismuc@sismuc.org.br
Atendimento de segunda a sexta-feira das 8h às 18h.

DOHMS