Notícias

Imprimir
  • 15/07/2014 Educação

    IPMC emperra aposentadoria especial para educadores pré-2006

    IPMC emperra aposentadoria especial para educadores pré-2006
    Categoria segue avançando no plano de carreira, mas gestão coloca entrave no reconhecimento de educadores mais antigos.

    Categoria segue avançando no plano de carreira, mas gestão coloca entrave no reconhecimento de educadores mais antigos.

    Representantes sindicais estiveram ontem (14) em mesa de negociação com as secretarias de educação e recursos humanos. Na pauta, o plano de carreira de educadoras e educadores. A gestão manteve a tática do morde e assopra. Por um lado, diálogo e avanço em assegurar o direito do trabalhador afastado da sala de aula por laudo médico a seguir crescendo na carreira (readaptação e reabilitação). De outro lado, as portas fechadas do IPMC.

    O órgão, que administra os planos previdenciários dos servidores, é contra a aposentadoria especial para quem entrou no serviço público antes de 2006. A conquista veio na mesa passada (clique aqui para ver a matéria). Entretanto, para o IPMC, o critério de reconhecimento da categoria deveria ser a educação formal: ensino médio ou graduação no magistério ou pedagogia, conforme a Lei 12.083/2006 de Curitiba, que criou a carreira de educador. Já para o Sismuc, é a prática, a trajetória empírica do educador, que determina sua condição, em especial neste período que é anterior à formalização da própria carreira. Agora, haverá uma nova mesa com a presença das mesmas secretarias, além de representantes do IPMC, para resolver a questão.

    Foi em campanha eleitoral que o prefeito Gustavo Fruet comprometeu sua gestão com esta pauta. Por isso, trabalhadores da educação se organizam em assembleia no próximo dia 17 para cobrar o compromisso ainda não implementado. Além disso, a pauta é histórica e existem documentos que comprovam as práticas pedagógicas realizadas há décadas em Curitiba pela categoria. Após uma chamada, o Sismuc recebeu e organizou certificados, planejamentos, relatórios e avaliações para demonstrar que, independente de formação, esses trabalhadores já atuam como educadores há décadas. 

    Mesmo assim, como a briga é por uma fatia do bolo da previdência, só haverá conquista com mobilização. Por isso e para que todos participem da construção de seu plano de carreira, é importante a presença na próxima assembleia. "O plano está sendo construído coletivamente em espaços como assembleias e comissões. Então, para este projeto de todos não ser decidido só por alguns, precisamos de participação. Quanto mais gente na assembleia, mais democrático o plano de carreira e maior o peso do Sindicato na hora da negociação", explica Irene Rodrigues, coordenadora do Sismuc.

    Serviço

    Assembleia dos Educadores
    Data: 17 de julho
    Hora: 19 hs
    Local: Centro de Convenções de Curitiba
    (Rua Barão do Rio Branco, 370 - Centro)

     

    Phillipe Trindade
Voltar para o Índice

Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Curitiba
Rua Nunes Machado, 1577 - Rebouças, Curitiba - PR. CEP: 80220-070     Fone/Fax: (41) 3322-2475 | (41) 98407-4932     E-mail: sismuc@sismuc.org.br
Atendimento de segunda a sexta-feira das 8h às 18h.

DOHMS