Notícias

Imprimir
  • 15/12/2021 Geral

    A luta em defesa da vida na pandemia

    A luta em defesa da vida na pandemia
    Arte: CtrlS
    Na pandemia os patrões e seus governos se aproveitaram da situação para atacar ainda mais os direitos e a vida da classe trabalhadora

    Na pandemia os patrões e seus governos aproveitaram para atacar ainda mais os direitos e a vida da classe trabalhadora. Nos serviços públicos a luta foi para garantir o atendimento a população e os direitos dos trabalhadores.

    Impedimos o retorno das aulas presenciais sem vacina:

    Fomos à luta contra o retorno presencial sem vacinação que colocava em risco a vida dos servidores e da comunidade. Denunciamos a péssima qualidade das máscaras distribuídas e do álcool em gel que era ineficiente para eliminar o coronavírus.

    Com mobilização, garantimos Equipamentos de Proteção Individual (EPI) para os trabalhadores que estão na linha de frente do combate a pandemia:

    A pressão contra o governo fez com que os EPIs de péssima qualidade fossem trocados. Além disso, muitos servidores que não pararam de trabalhar durante a pandemia só receberam EPIs graças à luta organizada como é o caso da fiscalização e da FAS.

    Canal de denúncias Fala, Servidor contribuiu para garantir equipamentos nas UPAs:

    Durante a pandemia criamos um canal de denúncias para agilizar as denúncias. Através das muitas denúncias garantimos carrinhos de transporte de oxigênio, termômetros e monitores em diferentes UPAs. Equipamentos básicos que a administração se negava a manter mesmo sendo necessários para o combate à covid-19.

    Comitê de solidariedade de classe:

    Criamos um comitê de solidariedade, que junto com vários Sindicatos, distribuiu cestas básicas e doações às famílias de trabalhadores desempregados, associações de moradores e comunidades indígenas, além de ações voltadas à população em situação de rua.

    Lutamos para garantir segurança alimentar das famílias:

    A luta do SISMUC e do SISMMAC garantiu que os KITS alimentação distribuídos na pandemia tivessem qualidade. Além disso, conquistamos novamente o leite e o óleo, itens essenciais que haviam sido retirados pelo governo

    Firmes com a base continuaremos a defender um sindicato de luta e independente

    Há muita luta a ser feita e nós que não estaremos no próximo mandato do SISMUC não deixaremos de estar junto com a base defendendo um Sindicato que seja instrumento de luta e organização da categoria.

    Seguiremos firmes na base no enfrentamento contra o governo Greca exigindo a devolução dos 3,14% e na mobilização pelo referendo que revogue a Reforma da Previdência.

    Reafirmamos que seguiremos juntos ao funcionalismo público e ao conjunto da classe trabalhadora na luta em defesa dos direitos, dos serviços públicos e por uma nova sociedade sem opressão e exploração.

    Seguimos firmes para defender um SISMUC independente dos patrões e governo e comprometido com os trabalhadores e suas lutas.

    Imprensa SISMUC
Voltar para o Índice

Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Curitiba
Rua Nunes Machado, 1577 - Rebouças, Curitiba - PR. CEP: 80220-070     Fone/Fax: (41) 3322-2475 | (41) 98407-4932     E-mail: sismuc@sismuc.org.br
Atendimento de segunda a sexta-feira das 8h às 18h.

DOHMS