Notícias

Imprimir
  • 14/09/2021 Geral

    Aposentado, a hora de barrar o confisco do seu salário é agora!

    Aposentado, a hora de barrar o confisco do seu salário é agora!
    Arte: CTRL S
    Projeto de lei enviado à Câmara indica outros ataques em curso que devem ser protocolados na sequência

    Em abril, o SISMUC, SISMMAC e o SIGMUC receberam um documento com os planos de Greca para o IPMC. O Projeto de Emenda à Lei Orgânica 001.00002.2021 que chegou em agosto à Câmara Municipal apresenta um recuo em relação a essa primeira proposta: não aplica a cobrança de alíquota extraordinária de 14% para todos os servidores.

    Mas não podemos ser enganados! O confisco ainda é grande e o projeto enviado à Câmara apresenta a manipulação do desgoverno Greca. Já que o desprefeito apresentou o projeto de forma “parcelada” para tentar enfraquecer a resistência dos trabalhadores.

    Mas o que isso significa? Que o Projeto de Lei enviado à Câmara não será o único!

    O desgoverno Greca deixou claro que após a aprovação poderá enviar projetos de lei complementares para ampliar o ataque à aposentadoria dos servidores, incluindo, por exemplo, a alíquota extraordinária e a redução do valor final das aposentadorias.

    Todos os servidores serão afetados, mas é você, aposentado, quem vai sofrer mais, veja como:

    Se o projeto for aprovado, todos os aposentados e pensionistas que recebem acima de um salário mínimo (R$ 1.100) terão que pagar uma alíquota de contribuição para o IPMC. O cálculo será feito sob o valor que excede o salário mínimo.

    Hoje, apenas aposentados que recebem acima do teto previdenciário de R$ 6.437,57 têm que pagar a alíquota de contribuição. Ou seja, Greca quer aplicar uma redução salarial para todos os aposentados e pensionistas, prejudicando principalmente os que têm salários mais baixos!

    E um dos maiores problemas da proposta é que o valor da alíquota será estipulado em uma nova lei complementar, ou seja, o desgoverno Greca usa esse tipo de manobra para que a proposta pareça menos ruim.

    Entretanto, sabemos das maldades que Greca preparou. No documento que os sindicatos tiveram acesso em abril, a alíquota de contribuição estipulada para os aposentados e pensionistas era de 14%.Um valor altíssimo que desconsidera a inflação e as dificuldades que a perda salarial implica na vida dos servidores

    Vamos usar como base de cálculo a alíquota de 14% para ver o tamanho da redução salarial. Veja o exemplo a seguir: aposentados, aposentadas ou pensionistas.

    A redução salarial será de 11%!
    Em um ano, a aposentada deixará de receber R$ 3.025,32

    EXEMPLO: servidora aposentada que recebe um valor inferior ao teto
    previdenciário e, portanto, é isenta. O exemplo também serve para os pensionistas

Voltar para o Índice

Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Curitiba
Rua Nunes Machado, 1577 - Rebouças, Curitiba - PR. CEP: 80220-070     Fone/Fax: (41) 3322-2475 | (41) 98407-4932     E-mail: sismuc@sismuc.org.br
Atendimento de segunda a sexta-feira das 8h às 18h.

DOHMS