Notícias

Imprimir
  • 02/08/2021 Geral

    Conselho do IPMC marca reunião para mudar aposentadoria de servidores

    Conselho do IPMC marca reunião para mudar aposentadoria de servidores
    Arte: CTRL S
    Proposta impactará drasticamente o salário de todos os trabalhadores do município caso seja aprovada

    Os representantes dos sindicatos SISMMAC e SISMUC, que compõem o Conselho de Administração do IPMC, vão reforçar a posição dos trabalhadores do município contra o ataque da gestão Greca ao Instituto de Previdência dos Servidores Municipais de Curitiba (IPMC) e intensificar a pressão contra o confisco dos salários dos servidores da ativa, aposentados e pensionistas nesta sexta-feira (6), às 8h30, durante a reunião extraordinária do Conselho Administrativo do IPMC.

    Areunião terá como única pauta a Proposta de alteração do Plano de Custeio e do Plano de Benefícios. Em abril deste ano, os sindicatos SISMMAC, SISMUC e SIGMUC tiveram acesso antecipado ao documento que representa um novo pacotaço contra a aposentadoria dos servidores. A proposta, que segue os moldes da Reforma da Previdência de Bolsonaro e Paulo Guedes, impactará drasticamente o salário de todos os trabalhadores do município caso seja aprovada.

    Apesar dos servidores municipais de Curitiba serem representados por um voto dentro do Conselho de Administração do IPMC, esse é um espaço muito aparelhado pela Gestão, já que a maioria dos conselheiros são indicações diretas da gestão Greca. A Associação dos Aposentados é incluída como representante dos servidores, mas essa entidade já esteve do lado da Prefeitura em diversos ataques aos direitos dos servidores, como o saque de R$700 milhões do IPMC, o aumento da alíquota do ICS e o regulamento da CuritibaPREV.


    Relembre os ataques

    A proposta da gestão Greca representa um verdadeiro confisco nos salários e aposentadorias. Um dos pontos centrais do ataque está na alíquota de desconto do IPMC. Além dos 14% que os servidores da ativa já contribuem ao Instituto de Previdência dos Servidores do Município de Curitiba (IPMC), está prevista mais uma alíquota extraordinária de 4% durante 20 anos

    A proposta também prevê que todos os aposentados e pensionistas que recebem acima de R$ 1.100 paguem a alíquota de 14% sobre o valor que exceder o salário-mínimo. Hoje, somente pensionistas que recebem acima de R$ 6.437,57 pagam essa contribuição. Então, o que Greca quer confiscar pode chegar a mais de 10 mil reais por ano, uma fatia generosa do benefício dos servidores aposentados que contribuíram durante décadas com o serviço público.

    Confira no vídeo abaixo uma análise sobre esse grave ataque, com detalhes sobre o documento. E fique atento ao site e às redes sociais dos sindicatos para mais informações sobre as próximas ações contra esse novo pacotaço da gestão Greca.


Voltar para o Índice

Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Curitiba
Rua Nunes Machado, 1577 - Rebouças, Curitiba - PR. CEP: 80220-070     Fone/Fax: (41) 3322-2475 | (41) 98407-4932     E-mail: sismuc@sismuc.org.br
Atendimento de segunda a sexta-feira das 8h às 18h.

DOHMS