Notícias

Imprimir
  • 12/08/2020 Geral

    Fala, servidor: com quatro servidores infectados, Zoológico é mais um local de descaso

    Fala, servidor: com quatro servidores infectados, Zoológico é mais um local de descaso
    Arte: CTRL S
    O desrespeito de outros locais se repete: falta rodízio, testes periódicos e medidas de proteção

    A semana começou com mais um caso de infecção por coronavírus confirmado na Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SMMA), agora no Zoológico de Curitiba. Já é o quarto caso registrado entre os trabalhadores do local, colocando em risco a vida dos demais servidores do Zoo e de seus familiares.

    Mesmo tendo contato direto com casos confirmados no local de trabalho, o restante dos servidores não foi afastado ou testado. Houve apenas uma testagem dos servidores do local há mais de um mês, antes dos primeiros casos.

    Cobranças dos testes é uma das reivindicações dos sindicatos junto ao MPT

    A adoção de um protocolo de testagem em massa dos servidores é um item que os sindicatos vêm cobrando da Prefeitura desde as primeiras audiências junto ao Ministério Público do Trabalho (MPT).

    No entanto, a gestão segue sem dar respostas efetivas a essa reivindicação. Além disso, a cobrança é para que sejam feitos testes padrão ouro (tipo RT-PCR, no qual é feita a coleta com cotonete), uma vez que os testes de sorologia (feito a partir da amostra de sangue) não servem como diagnóstico.

    O triste caso da servidora da FAS, Luciane Julionel, vítima da Covid-19, serve de alerta para a importância dos testes padrão ouro. Logo após fazer o teste de sorologia, que deu resultado negativo, ela começou a apresentar os sintomas, mas não imaginou que pudesse estar infectada por coronavírus já que havia feito um teste negativo. Com a piora dos sintomas, ela foi internada e não resistiu.
    E mais uma vez o relato aponta para o descaso, que é marca registrada do desgoverno Greca durante a pandemia. Mesmo com casos confirmados no local, não há orientações sobre distanciamento ou sobre a utilização de Equipamentos de Proteção Individuais (EPIs) de forma correta. Além disso, as máscaras utilizadas pelos servidores são de tecido, não tendo orientação de tempo de uso adequado ou possibilidade de utilização de máscaras descartáveis.

    A adoção urgente de medidas de isolamento e limpeza, além de rodízio entre os servidores é fundamental para proteger a vida desses trabalhadores.

    Os sindicatos seguem acompanhando e cobrando que a Prefeitura garanta suporte aos servidores infectados, além de cobrar um cronograma de testes periódicos para evitar que a situação se repita em outros equipamentos.

    Se você sabe de algum caso de Covid-19 no seu local de trabalho, informe pelo canal Fala, Servidor! por meio do whatsapp (41) 99661-9335. Essa informação é fundamental para cobrarmos medidas de prevenção e controle da doença nos equipamentos municipais.

Voltar para o Índice

Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Curitiba
Rua Nunes Machado, 1577 - Rebouças, Curitiba - PR. CEP: 80220-070     Fone/Fax: (41) 3322-2475 | (41) 98407-4932     E-mail: sismuc@sismuc.org.br
Atendimento de segunda a sexta-feira das 8h às 18h.

DOHMS