Notícias

Imprimir
  • 03/08/2020 Geral

    Vereadores da base do Greca voltam do recesso para reta final de seus mandatos

    Vereadores da base do Greca voltam do recesso para reta final de seus mandatos
    Arte: Ctrl S
    Com as eleições se aproximando os Sindicatos lembram o que os vereadores fizeram pelo transporte público

    Nesta segunda-feira (3), os vereadores retomaram as sessões plenárias na Câmara Municipal de Curitiba (CMC), após o recesso de julho. Com eleições previstas para novembro serão os últimos meses de mandato da atual legislatura, que assumiu em 2017. E, se depender dos servidores municipais, será o último mandato da bancada do tratoraço e do desprefeito Rafael Greca!

    Marcada por uma grande base de apoio ao Greca, os vereadores se mostraram fiéis na aprovação das propostas do Executivo. Seguindo as vontades do desprefeito, os vereadores alegraram os empresários do transporte público. Visando o lucro das poucas famílias donas do transporte em Curitiba, aprovaram aumento na tarifa de ônibus coletivo, acabaram com a tarifa domingueira de R$ 1,00 e durante a pandemia se apressaram em garantir dinheiro extra para os empresas do transporte público, enquanto pequenos e médios empresários estão sem apoio. 

    Ataques aos servidores

    Os servidores municipais foram alvo de duros ataques da gestão, aprovados pelos vereadores que congelaram as carreiras desde 2017, promoveram o saque milionário no Instituto de Previdência do Município de Curitiba (IPMC) e deram aval para suspensão da alíquota patronal ao IPMC durante a pandemia, além da retirada das licenças-prêmio para novos servidores, redução na liberação de trabalhadores para direção sindical, entre outros ataques. Também foi com apoio dos vereadores da base do prefeito que a administração precarizou as relações de trabalho, autorizando a contratação de trabalhadores por meio do processo seletivo simplificado (PSS) em vez de repor o quadro de funcionários por meio do concurso público.


    Somente na sessão desta segunda-feira, 3 de agosto, o desprefeito apresentou um programa com propostas para socorrer os pequenos empresários, afetados pela pandemia. As propostas serão votadas pelos vereadores.

    Pressa para socorrer empresários do transporte coletivo

    No início de maio, com apenas 10 votos contrários, a CMC aprovou projeto de Lei do prefeito que concedeu uma ajuda com valor total de R$ 60 milhões aos empresários do transporte coletivo, sendo R$20 milhões mensais, por 90 dias. Evidenciando mais uma vez o alinhamento dos vereadores da base com a gestão, o projeto foi aprovado em regime de urgência, sem apresentação de dados sobre o real prejuízo das empresas do transporte coletivo para justificar a proposta. Foram 24 votos favoráveis.

    O auxílio extra foi concedido sem a contrapartida de reforçar a higienização dos veículos para enfrentar a pandemia, ou de aumentar a frota para evitar aglomerações e manter os serviços essenciais durante a pandemia.

    A medida também violou o Artigo 54 da Lei Orçamentária Municipal (LOM), que expressa a obrigatoriedade de apresentar as indicações da fonte de recurso e os impactos nas contas do município, o que não foi feito nem quando a Lei foi publicada no Diário Oficial. O SISMUC e SISMMAC, em conjunto com outras entidades, denunciaram a situação ao Tribunal de Contas do Estado, mas isso não impediu o repasse.

    Com as eleições se aproximando os Sindicatos lembram o que os vereadores fizeram pelos empresários do transporte público. E para o seu bairro? Qual foi a pressa para melhorar a estrutura? E para ajudar a enfrentar a pandemia do novo coronavírus, quais propostas foram apresentadas?

    Embora a pandemia do novo coronavírus esteja só piorando, as eleições foram adiadas apenas até novembro. Por isso, iniciamos uma série para lembrar o que os vereadores NÃO fizeram para a população, compartilhe com os seus colegas! 

    Continuamos na luta por melhores condições de trabalho e valorização dos serviços públicos. Confira nas imagens abaixo os vereadores que aprovaram a ajuda extra com urgência para o transporte coletivo. Ajuda que não promoveu melhorias no atendimento para população.

    Imprensa SISMUC SISMMAC
Voltar para o Índice

Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Curitiba
Rua Nunes Machado, 1577 - Rebouças, Curitiba - PR. CEP: 80220-070     Fone/Fax: (41) 3322-2475 | (41) 98407-4932     E-mail: sismuc@sismuc.org.br
Atendimento de segunda a sexta-feira das 8h às 18h.

DOHMS