Notícias

Imprimir
  • 03/08/2015 Geral

    Por enquanto, 800 famílias permanecem na ocupação Tiradentes

    Por enquanto, 800 famílias permanecem na ocupação Tiradentes
    Moradores comemoram recusa à oferta da Essencis. Foto: Phil Batiuk.
    Empresa do lixo perdeu leilão pois queria pagar em 130 vezes. Movimento aguarda nova data.

    Hoje aconteceu – ou melhor, não aconteceu – o leilão da área ocupada por 800 famílias do Movimento Popular por Moradia (MPM) no Bolsão Sabará, região da Cidade Industrial de Curitiba (CIC). O terreno pertence a um aterro sanitário que faliu em 2009, da empresa Stirps. Desde 2011, ele estava alugado ilegalmente para outro aterro sanitário, que fica ao lado.

    Em 21 de abril de 2015, o MPM ocupou a área, batizando-a de Tiradentes. Desde então, eles reivindicam moradia, enquanto a empresa Essencis reclama o terreno para ampliar seu aterro sanitário de resíduos industriais tóxicos e não tóxicos. O leilão foi a maneira encontrada pelos administradores da “massa falida” da Stirps para regularizar a situação. Mas a Essencis propôs parcelar o pagamento em 130 vezes, o que foi negado pela juíza responsável pelo processo.

    Agora, as famílias esperam que a Prefeitura de Curitiba se manifeste com relação à disputa e dê condições para a moradia das famílias na cidade. Ainda em campanha eleitoral, em 2012, o prefeito Gustavo Fruet se comprometeu a visitar uma das ocupações do MPM, também no CIC, mas até hoje não apareceu. No último dia 23, os moradores realizaram a primeira manifestação contra o leilão, no Contorno Sul, parando mais de 12 quilômetros de trânsito na capital paranaense.

    Leia também o especial Negócio Sujo, publicação da Imprensa Sismuc que aborda o problema do lixo e da moradia em Curitiba.

    Phil Batiuk
Voltar para o Índice

Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Curitiba
Rua Nunes Machado, 1577 - Rebouças, Curitiba - PR. CEP: 80220-070     Fone/Fax: (41) 3322-2475 | (41) 98407-4932     E-mail: sismuc@sismuc.org.br
Atendimento de segunda a sexta-feira das 8h às 18h.

DOHMS