Notícias

Imprimir
  • 06/10/2021 Geral

    Trabalhador tem direito de construir a luta! Diga não ao assédio moral

    Trabalhador tem direito de construir a luta! Diga não ao assédio moral
    Arte: CTRL S
    Chefias apelam para o assédio moral para prejudicar a organização dos trabalhadores, mas a luta sindical é um direito

    Os trabalhadores e trabalhadoras têm direito a construir a organização sindical e a participar da luta por seus direitos. No entanto, as chefias da gestão Greca muitas vezes desrespeitam esse direito e praticam assédio moral contra os servidores que querem defender suas condições de trabalho.

    Na última semana, os sindicatos receberam denúncias pelo canal do Fala, servidor de que os trabalhadores estão sendo vítimas de assédio por parte das chefias pela distribuição das camisetas da campanha de lutas dos sindicatos.

    A campanha de lutas 2021 traz o tema “Unidos somos fortes!” e a frase “na luta por condições de vida e trabalho”, ou seja, são pautas que deveriam estar estampadas no peito de todos os trabalhadores e trabalhadoras que são oprimidos por esse sistema que avança cada vez mais na retirada de direitos. Infelizmente, nem todos têm a consciência de classe para entender que a política de destruição dos serviços públicos realizadas pelos nossos governantes afetam a todos nós.

    Por isso, o importante é reforçarmos a nossa união e nossa organização nos locais de trabalho. Não podemos deixar que esse tipo de assédio e de postura antissindical aconteça. Vista essa camisa e se junte à luta!

    Solicite a sua camiseta

    Se na sua unidade ainda não receberam as camisetas peça pro representante do sindicato entrar em contato com o SISMUC pelo Whatsapp 99661-9335, indicando o local. Nós vamos responder enviando a lista de filiados para marcação do tamanho das camisetas. Após esta etapa levaremos até o local.
    A nossa união como servidores municipais é essencial para construir a greve do basta no dia 15 de outubro, quando o serviço público de Curitiba vai parar contra a redução salarial, em defesa da dignidade dos servidores e contra os ataques orquestrados pela administração municipal e sua bancada de apoio na Câmara de Vereadores.

    E lembre-se, servidor e servidora: você tem direito de participar dessa luta! Se tiver situações de assédio moral e de prática antissindical no seu local de trabalho, denuncie pelo Fala, servidor no whatsapp (41)99661-9335. Firmes!

    Confira as próximas ações do calendário de mobilização dos servidores de Curitiba:

    8 de outubro | Mobilização nos locais de trabalho denunciando a redução de salário, com panfletagem informando a população sobre os motivos da nossa paralisação

    15 de outubro | Greve dos servidores municipais de Curitiba

    Ações para pressionar a Prefeitura

    - Fotos com camisetas pretas nos locais de trabalho em luto pela retirada de direitos

    - Spots de rádio / carros de som nos bairros denunciando os desmandos de Greca;

    - Agenda com vereadores para intermediar reunião com prefeito;

    - Mobilização nas redes sociais da Prefeitura denunciando a desvalorização dos servidores.

Voltar para o Índice

Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Curitiba
Rua Nunes Machado, 1577 - Rebouças, Curitiba - PR. CEP: 80220-070     Fone/Fax: (41) 3322-2475 | (41) 98407-4932     E-mail: sismuc@sismuc.org.br
Atendimento de segunda a sexta-feira das 8h às 18h.

DOHMS