Notícias

Imprimir
  • 19/02/2020 Na Pauta

    Prefeitura ignora demandas de pais para educação em Curitiba

    Prefeitura ignora demandas de pais para educação em Curitiba
    Administração dá continuidade à estratégia silenciosa de extinguir as séries finais na rede municipal de ensino

    A gestão Greca ignorou mais uma vez a grande demanda de mães e pais com alunos de rede municipal de Curitiba. Nesta terça-feira (18), aconteceu uma reunião com pais na lista de espera para matricular alunos de 6º ano na E.M. CAIC Bairro Novo, no turno da manhã. O pedido dos pais era para que fossem abertas novas turmas, para reduzir o número de alunos por sala e acomodar uma lista de espera com mais de 50 estudantes.

    Primeiramente, a secretária de Educação se comprometeu a receber os pais nessa data, mas não estava presente. Isso já mostra a falta de respeito e interesse que a gestão Greca tem pela educação. Além disso, a Prefeitura jogou a culpa da própria má gestão em vários outros fatores. Alegaram que a direção da escola tinha autonomia para solicitar e abrir novas vagas para alunos de 6º ano, mas isso não é a realidade.

    Outro argumento da administração municipal foi a desistência de vários pais que estavam na lista de espera, reforçando a ideia de que os pais devem reclamar somente com a rede estadual para abertura de turmas no turno da manhã. Mas o que a gestão Greca esperava depois de tanta enrolação? Diante da resposta negativa, a maioria dos pais teve que recorrer às escolas estaduais, em unidades longe de casa e no turno da tarde, dificultando muito a rotina familiar.

    Desencontro de informações

    Enquanto a reunião com a superintendente acontecia cheia de negativas, os pais de alunos de inclusão foram informados pelo Departamento de Inclusão e Atendimento Educacional Especializado (DIAEE) que novas turmas seriam abertas para reduzir o número de alunos por turmas e oferecer um atendimento melhor às crianças de inclusão.

    Esse desencontro de informações revela a desorganização dessa gestão. Enquanto um departamento garante a abertura de turma para melhoria de atendimento, o outro garante que até 38 alunos em uma sala é perfeitamente adequado e que não há necessidade de abrir novas turmas.

    A Prefeitura informou que as salas ociosas do CAIC Bairro Novo estão reservadas para abrir turmas integrais, algo que não tinha sido informado nem para a direção da escola. Quanto aos pais que estão esperando uma vaga, a administração disse que os casos serão analisados para que os lugares em turmas já existentes sejam ocupados.

    Falta de profissionais nas escolas

    A direção do SISMUC estava presente na mobilização para denunciar a falta de profissionais na EM CAIC Bairro Novo e em várias outras escolas municipais que estão enfrentando o mesmo problema. Faltam inspetores, pedagogos, secretários e outros profissionais importantes para o pleno funcionamento das unidades.

    Uma mãe de aluno da E.M. Ditmar Brepohl ficou sabendo da mobilização e também quis falar com a Secretaria Municipal de Educação (SME), como último recurso para chamar a atenção da Prefeitura sobre a falta de profissionais na escola. A administração informou que ela deveria informar esses problemas para direção da escola, para que tudo fosse repassado para o Núcleo Regional do CIC. No entanto, todo esse processo já tinha sido feito, mas o Núcleo não fez nada para tentar resolver essa questão.

    O Núcleo entrou em contato com a direção da escola poucas horas depois que a mãe exigiu respostas da Prefeitura no Edifício Delta. Entretanto, claramente não é assim que a organização da administração deve funcionar.A comunidade escolar exige respeito e que os núcleos das regionais exerçam a sua função de forma correta!

    Imprensa sismuc e sismmac
Voltar para o Índice

Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Curitiba
Rua Nunes Machado, 1577 - Rebouças, Curitiba - PR. CEP: 80220-070     Fone/Fax: (41) 3322-2475 | (41) 98407-4932     E-mail: sismuc@sismuc.org.br
Atendimento de segunda a sexta-feira das 8h às 18h.

DOHMS