Notícias

Imprimir
  • 19/03/2020 Defesa Social

    Representante da FAS não comparece à reunião com sindicatos

    Representante da FAS não comparece à reunião com sindicatos
    Arte: Ctrl S
    Prefeitura promete decreto até sexta-feira (19), sindicato continua a pressão para reunião específica da FAS

    Nesta quinta-feira (19) os sindicatos conseguiram realizar uma reunião com a administração e os representantes responsáveis de cada secretaria. Ou pelo menos era isso que achávamos que ia acontecer. O ex-vereador Thiago Ferro, conhecido por ser “presidente” da Fundação de Ação Social (FAS) não compareceu e sequer enviou representante.

    De acordo com os representantes da Prefeitura, a Fundação encontrava-se em reunião paralela no mesmo horário. A pergunta que fica é: por que o Sindicato não foi chamado para ouvir e participar dessa reunião que tem relação direta com a segurança dos trabalhadores do município?

    Em ligação telefônica para o RH, a administração se responsabilizou pelo envio das diretrizes específicas para a FAS a partir de sexta-feira (20). Estaremos de olho nos meios de comunicação da Prefeitura para ter acesso e estudar o quanto antes esse possível decreto. Continuamos cobrando de perto mais responsabilidade do ex-vereador Thiago Ferro!

    O descaso da administração com a população mais pobre e em situação de risco já é conhecido pelos servidores da Fundação. Porém, em um momento crítico como esse é necessário que o Estado, mais do que nunca, mostre responsabilidade com os trabalhadores e com os usuários da FAS.

    Os servidores que estão na assistência social também estão na linha de frente do combate ao Coronavírus e devem ser tratados dessa forma. É por isso que devem ter materiais de segurança adequados como luvas, máscaras e aventais – que ainda não foram enviados pela gestão.

    Além disso, a secretária de Saúde, Marcia Huçulak, não cansa de falar para a população “evitar aglomerações”, mas, enquanto isso, a Prefeitura continua fingindo não enxergar a situação de equipamentos como os Centros de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centro POP) que chegam a abrigar mais de 60 pessoas por noite.

    Até quando Thiago Ferro, Greca e outros vão se omitir, sem orientações de como os servidores devem proceder com relação aos atendimentos dos CRAS, às visitas domiciliares e outros serviços da FAS?

    Secretária de Saúde dá orientações para a população na TV, mas não fala dos servidores

    Em entrevista para a RPC TV nesta quarta-feira (18), a secretária de Saúde, Marcia Huçulak, deu novas orientações à população para prevenção do Coronavírus.

    Entre as recomendações estão para que fiquem em casa pessoas com doenças crônicas, idosos, gestantes, pós-transplantados, pessoas acima de 60 anos e outros casos com imunidade mais baixa. Em casos de sintomas de gripes e resfriados, a orientação também é para manter isolamento social.

    A secretária pediu solidariedade, que cada um faça a sua parte. No entanto, a gestão não tem demonstrado a mesma solidariedade para os servidores.

    São muitos os relatos de servidores com dúvidas e apreensão, principalmente no caso de servidores do grupo de risco e de servidores que têm filhos pequenos e não sabem como proceder. Além de servidores que têm contato com infectados ou suspeitos e não têm as condições necessárias de saúde.

    No dia interior, em entrevista para o mesmo canal, Greca apelou para o emocional, chorando durante a entrevista. Mas, cadê a comoção com os servidores que estão na linha de frente de combate à pandemia?

    O que os sindicatos pedem nesse momento é que a gestão tenha protocolos específicos para prevenção dos servidores e que atenda às recomendações das autoridades internacionais de saúde.

    Seguiremos cobrando uma resposta da gestão!

    Imprensa sismuc e sismmac
Voltar para o Índice

Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Curitiba
Rua Nunes Machado, 1577 - Rebouças, Curitiba - PR. CEP: 80220-070     Fone/Fax: (41) 3322-2475 | (41) 98407-4932     E-mail: sismuc@sismuc.org.br
Atendimento de segunda a sexta-feira das 8h às 18h.

DOHMS