Na Pauta

  • 08/12/2021 Na Pauta

    Já são mais de 30 mil assinaturas coletadas pelo Referendo Popular!

    Já são mais de 30 mil assinaturas coletadas pelo Referendo Popular!
    Arte: CtrlS
    É hora de intensificar a campanha nas próximas semanas para alcançar a meta de 65 mil assinaturas até 20/12

    A campanha pela realização de Referendo Popular contra a Reforma da Previdência no município segue a todo vapor. A mobilização dos trabalhadores em conjunto com os sindicatos resultou até o momento na coleta de 30 mil assinaturas – um número bastante expressivo. No entanto, é preciso reforçar a mobilização para alcançarmos a meta de 65 mil eleitores.

    A coleta das assinaturas é uma estratégia em defesa da aposentadoria dos servidores e servidoras, que o desprefeito Rafael Greca quer fazer trabalhar até morrer! Vamos intensificar a campanha, afinal, o trabalho para garantir a quantidade necessária de assinaturas não é nada comparado a ter que trabalhar por muito mais tempo, para receber muito menos de aposentadoria. Com as novas regras, por exemplo, será preciso trabalhar por 40 anos para se aposentar com a média dos salários recebidos! 

    Arquivos para Baixar:

    Por isso, o SISMUC continua recebendo as entregas na sua sede (Rua Nunes Machado, 1577). Se você ainda não imprimiu o formulário, baixe aqui e ajude a coletar assinaturas de eleitores de Curitiba. Caso não seja possível entregar diretamente no Sindicato, entre em contato com o diretor da sua regional ou mande um WhatsApp para (41) 99661-9335.

    Com a transição da gestão do SISMUC, que se encerra no dia 15 de dezembro, caberá à nova direção do sindicato dar continuidade à mobilização nas próximas semanas.

    A iniciativa da coleta das assinaturas para convocação de um referendo sobre a previdência dos servidores é do vereador Professor Euler e é ele quem contabilizará e organizará todas as folhas coletadas.

    Se o Tribunal Regional Eleitoral acatar o pedido e confirmar a realização do referendo, o projeto aprovado fica em suspenso. Isso quer dizer que o aumento da idade mínima para aposentadoria e a taxação sobre os aposentados e pensionistas não poderiam ser aplicadas até que saia o resultado do referendo.

    O referendo popular é um dos mecanismos de democracia direta que permite que a população revogue medidas governamentais, como o projeto de lei que altera a LOM e ataca a aposentadoria dos servidores.

    Imprensa SISMUC
Voltar para o Índice

Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Curitiba
Rua Nunes Machado, 1577 - Rebouças, Curitiba - PR. CEP: 80220-070     Fone/Fax: (41) 3322-2475 | (41) 98407-4932     E-mail: sismuc@sismuc.org.br
Atendimento de segunda a sexta-feira das 8h às 18h.

DOHMS