Na Pauta

  • 19/05/2021 Na Pauta

    SISMUC cobra reunião com direção da FAS para discutir a Vacinação Já dos servidores

    SISMUC cobra reunião com direção da FAS para discutir a Vacinação Já dos servidores
    Arte: CtrlS
    Essa foi uma das deliberações da Assembleia da FAS que aconteceu de forma virtual na noite de terça-feira
    O SISMUC encaminhou para direção da Fundação de Ação Social (FAS) um pedido para realização de uma reunião para esclarecer o plano de vacinação para os servidores. É mais uma ação do sindicato para Vacinação Já de todos os trabalhadores do Sistema Único de Assistência Social (SUAS) de Curitiba. Essa foi uma das deliberações da Assembleia da FAS que aconteceu de forma virtual na noite de terça-feira (18) (veja aqui) . A intenção é abrir um diálogo com a presidência da FAS para evitar futura paralisação da categoria que está descontente e se sente desvalorizada diante do descaso da gestão.

    Desde que foi modificado o Plano Municipal de Vacinação da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), o SISMUC tem conversado e feito articulações, cobrando a vacinação dos servidores que estão na linha de frente do combate e enfrentamento da pandemia do novo coronavírus. A primeira versão do plano de vacinação incluía os servidores da FAS para serem vacinados junto com a guarda-municipal e na frente dos profissionais de saúde autônomos. Houve uma alteração em 8 de fevereiro, e desde então, o SISMUC tem cobrado a imunização dos servidores da FAS em diferentes espaços. Já cobramos a direção da FAS, já fizemos cobrança no Conselho Municipal de Assistência Social, no Conselho Municipal de Saúde, na Câmara de Vereadores e temos denunciado a situação ao Ministério Público do Trabalho (veja aqui) e Ministério Público Estadual. Confira ao lado os ofícios enviados e a algumas repostas. As denúncias recebidas pelo sindicato da falta de condições de trabalho também foram levadas à imprensa, como o início da operação de inverno 2021 da FAS sem imunização dos trabalhadores.

    Na última semana, chegaram informações de que alguns trabalhadores da FAS foram vacinados, mas num processo que não alcança todos os trabalhadores. Uma situação grave que fere a isonomia entre os trabalhadores e o princípio de transparência na administração pública.

    Em um questionamento feito à FAS sobre a imunização dos servidores, a gestão respondeu que respeita o plano municipal da SMS que prevê a vacinação dos servidores da FAS antes dos educadores e após os grupos de comorbidades, doenças graves, pessoas em situação de rua e do sistema socioeducativo. Outros grupos tiveram a vacina antecipada, e por que não é antecipada a vacinação para os trabalhadores do SUAS? Falta vontade da gestão para garantir a imunização da categoria.

    Como serviço essencial que é, a vacinação dos trabalhadores da assistência social já está atrasada!

    Queremos vacinas para todos, mas é preciso priorizar os trabalhadores da assistência social que realizam trabalhos presencial com os mais vulneráveis da sociedadee estão expostos a riscos de contaminação de Covid-19.

    Servidores da FAS merecem respeito e valorização

    Muitos servidores da FAS foram afastados devido à contaminação de Covid-19. Já houve surtos da doença em equipamentos, servidores ficaram entubados, já vieram a óbito, outros estão com sequelas e a gestão Greca nem testes tem feito nas equipes de colegas que tiveram a confirmação para Covid-19.

    Os servidores que já foram contaminados agora temem a reinfecção da doença, pois não foram imunizados e não houve melhorias nas condições de trabalho durante este período de pandemia. Além dos EPIs inadequados ou insuficientes, os servidores ainda sofrem com a falta de água nos equipamentos, o que prejudica a higienização dos usuários e também do local de trabalho.

    Chega de descaso! A assistência social é um serviço essencial e precisa se valorização.

    Imprensa SISMUC
Voltar para o Índice

Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Curitiba
Rua Nunes Machado, 1577 - Rebouças, Curitiba - PR. CEP: 80220-070     Fone/Fax: (41) 3322-2475 | (41) 98407-4932     E-mail: sismuc@sismuc.org.br
Atendimento de segunda a sexta-feira das 8h às 18h.

DOHMS