Na Pauta

  • 10/03/2021 Na Pauta

    Fala, servidor: trabalhadores da saúde denunciam descaso no remanejamento

    Fala, servidor: trabalhadores da saúde denunciam descaso no remanejamento
    Arte: CTRL S
    Trabalhadores da saúde da Unidade de Saúde (US) Eucaliptos estão indignados com o autoritarismo e o desrespeito da gestão municipal

    Ontem, às 17 horas, os trabalhadores da Unidade de Saúde Eucaliptos foram informados via whatsapp - canal que não é o meio oficial de informação com os trabalhadores - de que seriam transferidos no dia seguinte para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Sem treinamento para atendimento intensivo, sem organização prévia, sem tempo para se organizar, sem nada! A indignação desses servidores é também porque a sua unidade de saúde vai permanecer aberta, então por que eles têm que deixar o seu local de trabalho?

    Outro ponto que gera preocupação é a falta de estrutura das unidades para o atendimento. Se nem as UPAs têm a estrutura necessária - como mostrado no Fala, Servidor da última terça-feira - as US tem menos ainda! Sem treinamento e sem estrutura a pergunta que fica é: como os trabalhadores vão prestar o atendimento adequado sem a estrutura mínima necessária?

    A decisão autoritária da gestão desrespeita a vida pessoal e profissional dos servidores. Afinal de contas, que rodízio é esse? De onde veio essa ideia e porque quem de fato atende a população todos os dias não está sendo consultado? Por que os servidores da unidade têm que sair para outros virem no lugar, sendo que estes não conhecem a comunidade e talvez nem tenham formação para isso? São muitas perguntas sem respostas e que só exemplificam uma coisa: a falta de preparo da Secretaria Municipal de Saúde e da administração para lidar com a situação.

    Os servidores deixam claro que não estão se negando a trabalhar e só querem ser tratados com respeito. Querem permanecer no seu local de trabalho, onde já possuem vínculo com a comunidade e podem atender melhor a população. Quem está na linha de frente lidando com a pandemia e desamparado pela administração sabe o quanto a falta de reconhecimento dói. Os servidores querem atender a população com qualidade e salvar vidas, isso é pedir muito?


    Após denúncia, gestão dá desculpas esfarrapadas

    Quando questionada sobre a troca de servidores na unidade, as autoridades sanitárias alegaram que a troca deve acontecer pela necessidade de outro “perfil” de trabalhador na unidade. Porém, é engraçado ver que não existe diferença de capacitação entre os servidores. Então ao invés de continuar na sua unidade de costume, atendendo a população que já existe vínculo, é melhor que esses servidores sejam jogados nas UPAs?


    Os servidores precisam sim de reforços nas unidades, mas é necessário que esse reforço chegue de forma a ampliar o quadro e de avançar no atendimento à população e não ao contrário.


    Imprensa SISMUC
Voltar para o Índice

Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Curitiba
Rua Nunes Machado, 1577 - Rebouças, Curitiba - PR. CEP: 80220-070     Fone/Fax: (41) 3322-2475 | (41) 98407-4932     E-mail: sismuc@sismuc.org.br
Atendimento de segunda a sexta-feira das 8h às 18h.

DOHMS