Na Pauta

  • 16/06/2020 Educação

    Chefias fazem diferença na convocação e entrega de EPIs para servidores de unidades da SME

    Chefias fazem diferença na convocação e entrega de EPIs para servidores de unidades da SME
    Arte: Ctrl S
    Situação foi constatada na entrega de kits de alimentação e atividades. O sindicato encontrou ainda alimentos estragados e sofreu atitude antissindical

    O SISMUC realizou visitas em unidades escolares na manhã da segunda-feira (15), para acompanhar o trabalho dos servidores na entrega dos kits de alimentação e atividades pedagógicas complementares para as famílias de alunos. Várias categorias têm denunciado situações irregulares no trabalho presencial neste momento de pandemia, que vão desde a entrega precária de equipamentos de proteção individual (EPIs), à convocação apenas de alguns trabalhadores. Há também denúncias de servidores terem que descarregar os kits de alimentos.

    Em alguns locais, o SISMUC constatou que estavam todos auxiliares de serviços escolares e agentes administrativos no trabalho de entrega e poucos professores. Apesar da orientação da Secretaria Municipal de Educação para que sejam feitas escalas com rodízio dos trabalhadores, não foi isso que o sindicato encontrou. No início da manhã, apenas auxiliares e agentes administrativos estavam nos equipamentos visitados.

    Alimentos estragados

    Durante as visitas, o Sindicato também constatou que alguns alimentos que estavam nos kits de alimentação estavam estragados. A situação foi denunciada ao Conselho de Alimentação Escolar (CAE). É um absurdo que a gestão permita que alimentos sem condições sejam fornecidos!

    A entrega dos kits de alimentação durante a pandemia é para compensar a ausência da alimentação escolar fornecida no período de aulas presenciais. Oferecer alimentos sem condições é uma situação inaceitável.

    rante as visitas na Regional do Boa Vista, o Sindicato se deparou com a atitude antissindical da direção de um dos equipamentos. De forma desrespeitosa, a direção da escola questionou a presença dos diretores sindicais na unidade, em uma demonstração de assédio moral com os trabalhadores. O Sindicato estava em trabalho de base, acompanhando os trabalhadores na sua atividade, um direito conquistado com luta. O SISMUC está tomando as devidas providências para que esse tipo de atitude da direção não se repita em outros equipamentos. EPI

    Outra situação que chamou atenção do Sindicato foi a distribuição apenas de máscaras de tecido para os trabalhadores, álcool em gel, luvas e poucas máscaras face shield, que estavam sendo usadas apenas pela direção da escola

    A face shield é um equipamento que garante mais proteção para o trabalho de atendimento que os auxiliares e administrativos estão fazendo neste momento, e eles não receberam. Vale lembrar que máscara de tecido nãoé EPI! De acordo com a Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI), as máscaras de tecido não têm eficiência comprovada, servem apenas para diminuir a disseminação docoronavírus por pessoas assintomáticas ou pré-sintomáticas. Por isso, as máscaras de tecido não devem ser utilizadas por profissionais que estão em contato direto com a comunidade como substituição do equipamento de proteção adequado. 

    Escala
    O Sindicato tem recebido muitas denúncias sobre a convocação apenas de auxiliares ou administrativos para o trabalho presencial em escolas e Centros Municipais de Educação (CMEI) durante a pandemia, e isso não está correto. Deve haver um rodízio de todos os trabalhadores do equipamento para evitar maior risco de contaminação pelo novo coronavírus para algumas categorias. A própria SME orienta para que sejam feitas escalas, mas algumas chefias não têm se sensibilizado com a situação, convocando apenas alguns servidores.

    Curitiba está com Alerta Laranja, o que restringe várias atividades na cidade, e em alguns equipamentos o mesmo servidor está sendo convocado para ir mais de uma vez na semana para trabalho presencial. Isso poderia ser evitado se houvesse escalas com todos os trabalhadores da unidade.

    A última edição do Fala, servidor trouxe a denúncia sobre a convocação apenas de auxiliares de serviços escolares e agentes administrativos em uma escola. Foram nove vezes que a situação aconteceu, sem que seja iniciada uma escala incluindo todas as categorias.

    Estamos atentos, e realizando visitas nos locais de trabalho sempre que solicitado, para acompanhar as condições de trabalho nos equipamentos.

    O trabalho dos servidores municipais é de extrema importância para a sociedade e precisa ser valorizado e respeitado! Não podemos deixar que a pandemia retire direitos dos trabalhadores.

    Imprensa SISMUC
Voltar para o Índice

Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Curitiba
Rua Nunes Machado, 1577 - Rebouças, Curitiba - PR. CEP: 80220-070     Fone/Fax: (41) 3322-2475 | (41) 98407-4932     E-mail: sismuc@sismuc.org.br
Atendimento de segunda a sexta-feira das 8h às 18h.

DOHMS