Na Pauta

  • 09/06/2020 Na Pauta

    Em primeiro turno, validade dos concursos é suspensa na CMC

    Em primeiro turno, validade dos concursos é suspensa na CMC
    Arte: Ctrl S
    Aprovação do projeto é uma vitória dos trabalhadores, mas é preciso fazer pressão para que convocações ocorram

    A Câmara Municipal de Curitiba aprovou em regime de urgência nesta terça-feira (9), em primeiro turno, o Projeto de Lei 005.00072.2020 que suspende a validade dos concursos públicos durante o período de vigência da situação de emergência no município. O projeto foi aprovado por unanimidade (36 votos) e serávotada em segundo turno na quarta-feira (10).

    Entre os concursos com vencimento em junho de 2020 estão os enfermeiros, técnicos de enfermagem e também os profissionais do magistério. Há tempos a Prefeitura não realiza a reposição do quadro de servidores, e embora o Projeto de Lei amplie o prazo dos concursos, é necessário que a administração realize a convocação destes servidores o quanto antes.

    A aprovação do Projeto de Lei é uma vitória dos trabalhadores, porém, ainda temos mais uma etapa para ser vencida. A falta de profissionais tem sido negligenciada pelo desgoverno Greca desde antes da pandemia, e com a Lei Complementar nº 173/2020 aprovada pelo Governo Federal, a realização de novos concursos públicos está suspensa.

    É preciso ter vontade política para melhorar a qualidade do serviço público em nossa cidade. Mas o desprefeito já deixou claro que a prioridade não é essa e, agora, ele ainda conta com o aval de Bolsonaro. Por isso, quem está no dia a dia do serviço público e sabe das dificuldades enfrentadas pelas diversas categorias deve fazer pressão para que a Prefeitura convoque os servidores aprovados nos concursos.

    Na linha de frente, mais manobras

    Na tentativa de mascarar a sobrecarga de trabalho dos servidores que estão na linha de frente do combate à Covid-19, o desprefeito anunciou a ampliação das contratações mais precárias por meio do Processo Seletivo Simplificado (PSS). O chamamento foi realizado por ordem de inscrição e às pressas, mostrando o despreparo da Prefeitura.

    Além disso, a gestão também fechou equipamentos de saúde para realocar servidores e esconder a realidade dos serviços essenciais. É importante ressaltar que o desprefeito realizou essa manobra enquanto mais de 260 profissionais da saúde estão aguardando para serem chamados no concurso.

    A gestão tem usado a falta de profissionais como desculpa para realizar contratações precárias e desmobilizar os trabalhadores. Os Sindicatos têm avisado e cobrado a Prefeitura para que mais concursos públicos fossem realizados. Agora, vamos continuar cobrando para que os profissionais sejam chamados.

    Imprensa SISMUC SISMMAC
Voltar para o Índice

Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Curitiba
Rua Nunes Machado, 1577 - Rebouças, Curitiba - PR. CEP: 80220-070     Fone/Fax: (41) 3322-2475 | (41) 98407-4932     E-mail: sismuc@sismuc.org.br
Atendimento de segunda a sexta-feira das 8h às 18h.

DOHMS