Na Pauta

  • 04/02/2020 Na Pauta

    Campanha de lutas 2020: coletivos do SISMUC se reúnem a partir de 18/02

    Campanha de lutas 2020: coletivos do SISMUC se reúnem a partir de 18/02
    Saúde, ACEs, FAS, fiscais, SMELJ e FCC têm encontro para debater reinvindicações das categorias

    Para dar Continuidade à Campanha de Lutas “A União Faz a força”, e dizer em alto e bom som VAZA GRECA, os servidores e servidoras de várias categorias se reúnem a partir do dia 18 de fevereiro para os coletivos do SISMUC.

    O primeiro encontro acontece com os servidores da Fundação de Ação Social (FAS), Saúde, Fiscais, ACEs, SMELJ e FCC. É no coletivo que o debate sobre as reivindicações das categorias começa, além disso, estamos em um momento em que é necessário pensar o cenário de ataques que vivemos.

    Não é novidade que a gestão Greca tem sido autoritária com os servidores e a população, tentando destruir os serviços públicos, e é por isso que os servidores e servidoras devem mostrar sua força e organizar as mobilizações para cobrar a administração.

    Entre as reivindicações gerais estão: o fim das terceirizações, que têm afetado principalmente a saúde; a abertura de concursos públicos; o descongelamento e a implementação de planos de carreira elaborados em conjunto com os servidores e sindicato.

    Além disso, na saúde há a reivindicação de redução da jornada de trabalho para 30 horas para os administrativos, sem redução salarial. Na FAS, a reivindicação também existe e é para todos os cargos. A implementação de dimensionamento de pessoal em todos os equipamentos com servidores de carreira, também é uma pauta comum.

    No caso dos ACEs, que lutaram firmes pelos seus direitos no último ano, as reivindicações principais são pelo salário normativo de R$2.018,69 e pagamento do risco de saúde, além do plano de carreira.

    Na FAS, há ainda a reivindicação de adequação dos espaços físicos, que não são adaptados às normas brasileiras de Segurança e Medicina do Trabalho, e sequer oferecem as condições e a segurança mínima para servidores e usuários.

    A adequação quanto à formação necessária para o cargo de fiscal também é uma luta da categoria, que quer adequação para ensino superior, como aprovada no congresso. Além disso, os fiscais também reivindicam a revisão do descritivo de funções e que a gratificação seja inerente ao cargo.

    Mas, sabemos que a luta dos servidores vai muito além dessas pautas e passa também pela defesa do serviço público e de direitos como da aposentadoria. Por isso, é importante reunir forças e debater coletivamente os rumos da luta do funcionalismo público para 2020.

    Participe dos coletivos e construa a luta! Vaza Greca, vaza Píer, vaza bancada do pacotaço!

    Imprensa sismuc e sismmac
Voltar para o Índice

Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Curitiba
Rua Nunes Machado, 1577 - Rebouças, Curitiba - PR. CEP: 80220-070     Fone/Fax: (41) 3322-2475 | (41) 98407-4932     E-mail: sismuc@sismuc.org.br
Atendimento de segunda a sexta-feira das 8h às 18h.

DOHMS