Unidade de saúde de Curitiba é alvo de furto e vandalismo e funcionária pede mais segurança

A Unidade de Saúde da Caximba, no bairro Tatuquara, em Curitiba, foi alvo de furto e vandalismo na última semana. Os invasores sujaram as salas, quebraram objetos e levaram computadores do local, como informou a Secretaria Municipal da Saúde (SMS), por meio de nota oficial.

O caso gerou revolta e uma funcionária reclamou de falta de segurança na unidade. Segundo ela, eles arrombam uma porta de esquadria de alumínio.

“A facilidade de entrar é gigante e a gente fica desprotegido de todas as formas de segurança”, diz a mulher, que preferiu não se identificar.

Esta não seria a primeira situação de violência contra a unidade, relata a funcionária.

“É muito complicado pra gente essa situação como funcionário. Em princípio não estão fazendo nada. Não dão respaldo pra gente e não existe segurança nenhuma. A gente está de mãos atadas, sem saber o que fazer. Mas, hoje, chegou no limite. A gente vai ficar assim até quando, até chegarem armados no posto de saúde e renderem todos os funcionários?”, questiona.

A funcionária revelou ainda que, mesmo pacientes, estariam fazendo ameaças a funcionários. A informação não foi confirmada pela SMS.

“É sabido por toda a população que estamos com falta de medicamentos. Mas isso é por conta de fornecedores, por toda uma situação que não temos competência pra isso. Chegam ameaçando, fazendo escândalo. A gente já teve que chamar guardas municipais por diversas vezes.”

Por da nota oficial, a SMS informou para a Banda B que a US foi limpa, que o atendimento mantido normalmente e que os computadores serão repostos ainda nesta quinta-feira (14).

“A Guarda Municipal da Regional Tatuquara reforçou o patrulhamento preventivo com rondas ostensivas no local. Além disso, mantém a presença de uma viatura nas proximidades da unidade de saúde Caximba sempre que possível. Ao perceber qualquer atitude suspeita, os cidadãos podem ligar para o telefone de emergência 153, da Guarda Municipal. A participação da comunidade é fundamental na repressão desse tipo de crime”, diz a nota.

Para o SISMUC “é importante a reposição imediata do que foi furtado na Unidade de Saúde para garantir o atendimento com qualidade da população. Mas é fundamental a proteção e a segurança do maior bem que a Prefeitura Municipal tem ali, as vidas dos funcionários públicos, trabalhadores que diariamente contribuem para a melhoria da saúde da população curitibana”.


Por Carol Nery e Djalma Malaquias (Banda B)
Edição do SISMUC

Brasília sofre atentado fascista no último domingo

Brasília sofre atentado fascista no último domingo

Brasília sofre atentado fascista no último domingo Na tarde de ontem (08), um grupo criminoso invadiu e destruiu os prédios dos três poderes em Brasília — foram depredados o Congresso Nacional, o Palácio do Planalto e o Supremo Tribunal Federal em uma tentativa...

ler mais
13º Congresso do SISMUC – Orientações Gerais

13º Congresso do SISMUC – Orientações Gerais

13º Congresso do SISMUC – Orientações Gerais O  Congresso acontecerá nos dias 09, 10 e 11 de dezembro de 2022, na cidade de Pontal do Paraná, Balneário de Praia de Leste, na Associação Banestado. Sua finalidade é analisar a real situação da categoria, as condições de...

ler mais

Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Curitiba

Rua Monsenhor Celso, 225 - Centro, Curitiba - PR CEP: 80010-150     (41) 3322-2475 | (41) 98407-4932     [email protected]

Atendimento de segunda a sexta-feira das 8h às 18h.