Sua busca será em:
- Notícias
- Artigos de Opiniões
- Na Pauta
- Vídeos
- Galeria de Fotos

Opinião

  • 18/05/2017
    TSM

    Temer vai cair e reformas balançam

    Temer vai cair e reformas balançam
    Por horas, as reformas da previdência e trabalhistas estão derrotadas. A agenda do Brasil mudou completamente

    O meteoro que caiu sobre Michel Temer e o senador Aécio Neves são de danos irreparáveis. Por mais que eles tentem se segurar no cargo, vão ser derrubados pela pressão vinda de todos os lados. Nesse sentido, já é hora de pensar no dia seguinte. Momento de definir estratégias sobre quais serão as pautas prioritárias do Brasil e quem irá conduzi-las de forma legítima ou ilegítima mesmo. O país – novamente – tem um vácuo de poder.

    Temer não se segura

    A bombástica revelação dada pelo jornalista Lauro Jardim e vinda do ministro Edson Fachin – não do juiz Sérgio Moro, reparem – acabou com o governo Temer. No mesmo dia, o deputado Alessandro Molon pediu o impeachment do presidente. Além dele, outros pedidos devem ser feitos nas próximas horas. Um deles da Ordem dos Advogados do Brasil. Pedidos à parte, Temer caíra porque vem de seus ex-aliados o pedido de renúncia. Ronaldo Caiado já pediu sua saída. O mesmo será feito por outros parlamentares. Mais do que todos eles, o Mercado percebeu ontem mesmo que Temer não conseguirá conduzir as reformas. Com isso, ele, que seria dispensável mais tarde, tornou-se cadáver fétido na sala. Ou seja, houve um abalo na rota e o destino está em disputa.

    Reformas balançam

    Por horas, as reformas da previdência e trabalhistas estão derrotadas. A agenda do Brasil mudou completamente. A ordem do dia é a saída de Temer e quem vai substituí-lo de forma indireta ou direta. O Mercado, evidentemente, vai querer um nome que possa dar sequência a essas reformas. Contudo, não será fácil combinar com os russos. Ou seja, as ruas. E as ruas vão fervilhar para escolher um nome nas urnas. Somente uma presidência votada pode diminuir o conflito no Brasil. Pelo menos, construir um consenso mais palatável. Mesmo assim, lá se vão dias. Talvez meses e os direitos seguem mantidos, por hora.

    Aécio foi comido

    Dificilmente Aécio Neves se livra dessa. De personagem mais citado nas delações e eternamente blindado pela imprensa e judiciário, inclusive da República de Curitiba. O advogado dele, Alberto Toron, tentou dizer que os dois milhões de reais pedidos à JBS era um empréstimo. Contudo, não explicou porque esse dinheiro foi pedido às escondidas e pagos em dinheiro vivo, em malas de dinheiro, tendo como destino empresas dos Perrelas, donos do helicóptero apreendido com 500 quilos de cocaína. O PSDB já pediu a cabeça de Aécio. Mário Covas Neto pediu sua renúncia da presidência do partido. A Procuradoria Geral da República pediu a prisão de Aécio Neves. Fachin aceitou apenas seu afastamento e jogou para o Senado decidir sobre o xilindró. Enquanto isso, a irmã de Aécio, Andrea Neves, foi presa e a imprensa mineira comemora 18 de maio como Dia Estadual da Liberdade de Imprensa.

    Feriado nacional

    Com a queda do Flamengo e Aécio Neves, 17 de Maio é decretado oficialmente como o Dia do cheirinho ????.

    Moro traído

    Desde que a bomba explodiu, muita gente “100% Moro” saiu em defesa do seu herói e da operação dizendo que “agora os petistas comemoram”. Isso não muda em nada o argumento que vinha sendo utilizado, de que a “Lava Jato de Moro é seletiva”. É importante destacar que a ação da Polícia Federal ocorreu em seu braço de Brasília, sob o comando de Janot e Fachin, e não como uma ação de Moro e Dallagnol. Esses, inclusive, devem ter sido os últimos a saber da operação cala boca. Moro, pelo contrário, não viu Eduardo Cunha recebendo mesada de R$ 500 mil da JBS debaixo do seu nariz. Foi além, não deixou que Cunha fizesse perguntas a Temer, comprovando – agora - que o deputado não queria deletar, mas manter a corrupção. Pobre Moro, que se deixa fotografar aos risos com Temer e Aécio Neves. Tá namorando os corruptos.

    Roubavam até ontem

    Realmente é incrível que mesmo todo mundo sendo investigado Temer e Aécio “roubavam” até ontem. A revelação da JBS são de março e abril de 2017.

    JN dos gagos

    Pra quem vê uma grande conspiração se desenrolando como se tivesse tudo gravado, a gagueira de Bonner e da Renata estava ensaiada? Na Globo News, os olhares também estavam assustados. Saiu tudo do roteiro.

    Mataram meu pai

    É bom lembrar de Francisco Pehn Zavaski. Ainda mais quando na acusação contra Aécio Neves é mencionado que o receptador dos R$ 500 mil poderia ser assassinado. À época da morte de Teori Zavaski, Francisco desabafou: “Derrubaram Dilma e assumiu o Temer. Do que eles são capazes? Será que só pagar o silêncio alheio (antecipando o caso Cunha. Grifo meu)? Ou será que derrubar avião tá valendo?”

    Manoel Ramires
Ver índice de opinião

Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Curitiba
Rua Monsenhor Celso, 225, 9º andar. Conjunto 901/902 - Centro. Curitiba- PR. Cep: 80010-150     Fone/Fax: (41) 3322-2475     E-mail: sismuc@sismuc.org.br

DOHMS