Notícias

Imprimir
  • 10/07/2019 Na Pauta

    Servidores ainda não sabem como será o atendimento estendido nas unidades de saúde

    Servidores ainda não sabem como será o atendimento estendido nas unidades de saúde
    Arte: Ctrls
    Com falta de servidores e sobrecarga de trabalho, a Prefeitura está trabalhando para ampliar o atendimento em 44 unidades de estratégia da família
    Mesmo diante da crescente falta de servidores para completar o quadro necessário de funcionários e a consequente sobrecarga de trabalho, a gestão do prefeito Rafael Greca está se preparando para aderir ao programa Saúde na Hora do Ministério da Saúde. A proposta foi autorizada pelo Conselho Municipal de Saúde (CMS) e representa expansão do atendimento para a população, pois o Saúde na Hora irá estender o horário de atendimento das unidades de estratégia de saúde da família para até às 22 horas e deverá abrir nos finais de semana. São 44 unidades que serão inseridas no programa, com atendimento também de 60 horas de saúde bucal, o que vai garantir maior repasse de recursos para o município.

    Ampliar a cobertura da estratégia de saúde da família com horário das 7h às 22 horas é uma boa notícia, mas ficam as dúvidas: quais serão os servidores que irão atender no horário estendido? Se as equipes já não estão completas como será o atendimento? Haverá pagamento de hora extra integral para os servidores? Haverá segurança nos equipamentos para garantir a jornada de trabalho dos servidores e da população a ser atendida?

    A Prefeitura não está convocando os aprovados em concursos para enfermeiros e técnicos de enfermagem. Faltam médicos, materiais e insumos para realizar o atendimento que é hoje na maioria das 7h às 17h, algumas unidades com atendimento até às 19h. Como será com a ampliação do horário? Haverá médicos ou as consultas serão realizadas pelo pessoal da enfermagem?

    Conforme foi informado na reunião do dia 19 de junho do CMS, quando também foi autorizada a terceirização das UPAs Cajuru, Boa Vista e Sítio Cercado, as unidades municipais de saúde que vão ser inseridas no Saúde na Hora, com ampliação do horário de atendimento são as seguintes: Barigui, Estrela, Parolin, Sabará , Santa Quitéria, Jardim Gabineto, Butiatuvinha, Augusta, Bairro Novo, Osternack, Nossa Senhora Aparecida, João Cândido, São João Del Rey, Salvador Allende, Trindade, Solitude, São Domingos, Lotiguaçu, Eucaliptos, Moradias Belém, Irma Tereza Araújo, Erico Verissimo, Waldemar Monastier, Jardim Paranaense, Concordia, Nossa Senhora da Luz, Maria Angélica, Oswaldo Cruz, Vila Verde, Taiz Viviane Machado, Tarumã, Pilarzinho, Vila Leonice, Xapinhal, Candido Portinari, Caiua, Trindade II, Rio Bonito, Monteiro Lobato, Vila Sandra, Vitoria Regia, Sambaqui, Alvorada e Coqueiros.

    Não podemos aceitar mais este ataque da gestão Greca contra os servidores da saúde, pois as jornadas já são extenuantes diante da sobrecarga de trabalho. É hora dos servidores se unirem na luta por melhores condições de trabalho. Só a luta dos trabalhadores unidos garante vitórias.

    Imprensa SISMUC
Voltar para o Índice

Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Curitiba
Rua Nunes Machado, 1577 - Rebouças, Curitiba - PR. CEP: 80220-070     Fone/Fax: (41) 3322-2475 | (41) 98407-4932     E-mail: sismuc@sismuc.org.br
Atendimento de segunda a sexta-feira das 8h às 18h.

DOHMS