Notícias

Imprimir
  • 21/01/2019 Saúde

    Mobilização dos servidores garante reabertura da UPA de forma pública

    Mobilização dos servidores garante reabertura da UPA de forma pública
    Arte: Ctrl S
    Após mobilizações e pedido no Ministério Público, a reabertura da UPA e a manutenção do quadro é garantido

    Em outubro de 2018 servidores municipais em conjunto com o sindicato e a população, realizaram uma série de ações para protestar contra o fechamento da UPA Pinheirinho. Os protestos foram realizados dado a falta de diálogo da Prefeitura com os servidores e moradores da região. No dia 19 de outubro a Prefeitura anunciou o fechamento alegando a diminuição do atendimento na UPA, a redução aconteceu devido a abertura da UPA CIC, porém foi somente de 6%, registrando mais de 9 mil atendimentos em um mês.

    Após as mobilizações, que incluíram atos, panfletagens, conversas com moradores e também um abaixo assinado, Greca e sua equipe voltaram atrás. É importante destacar que esta foi uma mobilização vitoriosa dos servidores e que somente através dela conseguimos fazer com que a prefeitura voltasse atrás de sua decisão.

    TERCEIRIZAÇÃO DA SAÚDE

    Os caminhos que a gestão da Prefeitura tem tomado são de levar a saúde rumo a terceirização. A UPA CIC, reaberta em 2018, é um dos grandes exemplos dessa tentativa, gerenciada através de Organização Social (OS), as contratações não foram feitas através de concursos e sim pela própria empresa. O vínculo dos profissionais com o paciente é algo de extrema importância na área da saúde, a partir da terceirização a mudança de quadro acontece o tempo todo. Além disso, os profissionais terceirizados não tem os mesmos direitos trabalhistas que os servidores públicos gerando uma precarização ainda maior do trabalho.

    Sabendo que a prefeitura tenta economizar às custas do trabalhador, o sindicato protocolou no Ministério Público um ofício exigindo a reabertura da UPA e a garantia de permanência dos servidores após a reforma. A resposta desse ofício chegou na quinta-feira (10), onde a prefeitura se compromete a realizar ambas as solicitações: “a UPA Pinheirinho continuará funcionando unicamente como estabelecimento integrante da rede de saúde de urgência, bem como de que a reabertura se dará com a equipe de trabalhadores de enfermagem da Prefeitura”

    Essa é mais uma das vitórias dos Servidores Públicos Municipais de Curitiba, que não abaixaram a cabeça e através da mobilização conseguiram barrar esse ataque. Sabemos que a UPA não reabriu na data programada e continuaremos cobrando para que seja aberta fevereiro de 2019.

    Imprensa SISMUC
Voltar para o Índice

Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Curitiba
Rua Nunes Machado, 1577 - Rebouças, Curitiba - PR. CEP: 80220-070     Fone/Fax: (41) 3322-2475 | (41) 98407-4932     E-mail: sismuc@sismuc.org.br
Atendimento de segunda a sexta-feira das 8h às 18h.

DOHMS