Notícias

Imprimir
  • 25/04/2018 Saúde

    Greca nega vale-alimentação de R$ 11 para agentes de endemia

    Greca nega vale-alimentação de R$ 11 para agentes de endemia
    Foto: IDEME
    Prefeito gastou R$ 317 por exemplar de revista para se autopromover

    A gestão do prefeito Rafael Greca (PMN) negou a concessão de vale-alimentação para os agentes de endemia. A recusa foi alegada durante uma audiência entre o Sismuc e a Secretaria de Recursos Humanos, realizada na tarde do último dia 24, no Ministério Público do Trabalho. O governo municipal alega que não pode conceder o vale devido ao custo. Mas, nessa semana, foi revelado que o prefeito gastou R$ 317 para imprimir duzentos exemplares de uma revista, totalizando R$ 63.355,20,e outros R$ 5.974,50 com a impressão de outro material de autopromoção.

    Na reunião no MPT, a secretaria de Recursos Humanos negou adicional de insalubridade e vale-alimentação. No primeiro caso, disse que não há direito para receber a verba. O Sismuc solicitou a realização de novo laudo. Já com relação ao vale-alimentação,a secretaria recusou alegando que os agentes de endemia “compõem o quadro dos agentes comunitários de saúde”e“não há viabilidade neste momento, por questão de inviabilidade financeira. O impacto seria superior a R$ 1 milhão”.

    Refeição cara em Curitiba

    De acordo com o site “Preço Médio”, a refeição em Curitiba custa R$ 32,83. Ou seja, quase 300% a mais do que é solicitado pelos agentes de endemia. O prato comercial sai por R$ 30,03 e o self service por R$ 30,06. O mais caro é o serviço a la carte, que custa R$ 66,78. Já o vale-alimentação, em Curitiba, custa R$ 389,52 na média.
    No entanto, de acordo com a coordenadora geral do Sismuc, Irene Rodrigues, o auxílio pleiteado é de R$ 11 para cerca cinquenta profissionais agentes de endemia. Mesmo que o benefício fosse aplicado aos 500 agentes comunitário de saúde, isso representaria R$ 121 mil por mês.

    Na mesma semana em que a mídia revela que a Prefeitura de Curitiba não tem economizado em buffets e gastos em publicidade para promover Greca, ela nega auxílio-refeição para trabalhadores das menores faixas salariais do município”, aponta Irene.

    A oposição na Câmara Municipal denunciou gastos excessivos em publicidade por parte de Greca. A prefeitura admitiu que um primeiro impresso custou R$ 63.355,20 para a confecção de 200 exemplares. “Cada exemplar custou R$ 317. Para mim, isso é um absurdo”, alertou a vereadora professora Josete (PT). Já o segundo produto, conforme informou o Executivo, somou R$ 5.974,50 para uma tiragem de 1.020 unidades. 

    Josete sustentou que concorda com a publicidade para prestar contas à população, “mas num momento em que ouvimos dizer que o Município se encontra em grave crise [financeira], em que a arrecadação não é suficiente para atender as demandas da população, nós deixamos a desejar neste sentido”.

    Cafézinho

    O governo de Greca alega que não pode conceder o vale aos seus profissionais. Mas a gestão publicou edital para contratação de café da manhã e coffee break para gabinete do prefeito, do vice-prefeito e do cerimonial. O preço máximo da licitação, de acordo com apuração do Livre.jor, é de R$ 66 mil. Isso representa preço médio de refeição por pessoa a R$ 33.Não bastasse isso, a gastança prevê serviço à francesa e à inglesa. “O serviço deverá ser à Inglesa, ou seja, os alimentos devem ser postos à mesa em pratos de porcelana brancas e servidos em bandejas em inox”, detalha o edital.

    Plano de saúde e Vale-transporte

    A reunião no MP admitiu a inclusão dos agentes de endemia mediante adesão ao Instituto Curitiba de Saúde (ICS).Já com relação ao transporte, o MP deu mais 30 dias para o RH se manifestar. O prazo é o mesmo para uma reavaliação do vale-alimentação.

    Assembleia Agentes de Endemia

    27 de abril

    18h00

    Sismuc

    2o andar

    Manoel Ramires
Voltar para o Índice

Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Curitiba
Rua Monsenhor Celso, 225, 9º andar. Conjunto 901/902 - Centro. Curitiba- PR. Cep: 80010-150     Fone/Fax: (41) 3322-2475     E-mail: sismuc@sismuc.org.br

DOHMS