Notícias

Imprimir
  • 26/11/2018 Educação

    Prefeitura não negocia e prossegue com o fechamento das turmas de pré integral

    Prefeitura não negocia e prossegue com o fechamento das turmas de pré integral
    Foto: Repórter da Base
    Em mesa de negociação Secretária ignora as reivindicações dos servidores e se demonstra contra o diálogo.

    Na última quinta-feira (22) professores de educação infantil, em conjunto com os pais e o sindicato, protestaram contra as decisões autoritárias que a prefeitura tem tomado em relação a alguns CMEIs de Curitiba. Durante a manifestação os servidores foram impedidos de entrar no Edifício Delta, local que por direito todos teriam acesso, mesmo com essa decisão, eles não se abalaram e a manifestação prosseguiu, garantindo uma reunião de negociação.

    A gestão Greca tem sido lembrada pela falta de diálogo e na mesa de negociação desta segunda-feira (26) não foi diferente. Somente foi permitido pela administração a entrada de seis representantes. Alguns CMEIs e pais que estavam presentes, além da comunicação do SISMUC que foi impedida de participar da reunião. Entendemos essa medida da prefeitura como uma forma de cercear o debate, não dando voz aos servidores presentes e impedindo o sindicato de se manifestar publicamente durante a reunião.

    Na mesa a Secretária de Educação Maria Sílvia Bacila ouviu as reivindicações dos servidores, porém, em todos os momentos frisou que não entendia o motivo das reclamações. Ela negou o fechamento das turmas de pré em período integral com a desculpa de que essas turmas estariam sendo fechadas para criarem novas vagas. Além disso, para finalizar, disse que não existe falta de professores de docência I nas escolas do município, o que na prática é uma grande mentira tendo em vista o último concurso realizado ainda pela gestão Fruet, em 2016, onde foram aprovadas 1513 professoras e que somente 685 foram nomeadas. A administração tem se afastado cada vez mais dos servidores, e não conhece a realidade dos locais de trabalho, dizem que não podemos generalizar, mas vivem em um mundo onde para eles, não existem problemas.

    A prefeitura de Curitiba anunciou no início de novembro (1º) o fechamento das turmas de pré em período integral em seis CMEIs e o remanejamento dos profissionais que tem construído durante anos a história desses locais, além de construírem uma relação pedagógica com as crianças que é de extrema importância para o desenvolvimento infantil. A falta de vagas dentro dos CMEIs e escolas é uma realidade, porém a criação dessas não pode se dar retirando as turmas integrais, que são necessárias para que mães e pais consigam trabalhar. É um dever da prefeitura pensar na população e dar estrutura para que os servidores trabalhem com qualidade, algo que não vem acontecendo.

    A mobilização não para!

    Na próxima quinta-feira (29) haverá em todos os CMEIs uma paralisação de 50 minutos, em manifestação contra os ataques à educação infantil colocados pela gestão. Durante a paralisação será realizada uma panfletagem e conversa com a comunidade para falar sobre a realidade da educação.

    Imprensa SISMUC
Voltar para o Índice

Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Curitiba
Rua Monsenhor Celso, 225, 9º andar. Conjunto 901/902 - Centro. Curitiba- PR. Cep: 80010-150     Fone/Fax: (41) 3322-2475     E-mail: sismuc@sismuc.org.br

DOHMS