Notícias

Imprimir
  • 14/08/2019 Geral

    População quer mais servidores na saúde

    População quer mais servidores na saúde
    Arte: Ctrls
    90% das demandas apresentadas pela população nas consultas públicas do Fala Curitiba dizem respeito a melhoria nos serviços de saúde
    O desmonte dos serviços de saúde e a falta de servidores para atender a população foi escancarada para a gestão Greca durante as consultas públicas realizadas nas 10 Regionais. Entre as demandas apresentadas pela população, nas 80 reuniões do programa Fala Curitiba realizadas até o último dia 9 de agosto, a adequação no número de servidores nos equipamentos de saúde foi a principal reivindicação, além de ampliação no atendimento.

    Apenas a regional Matriz não elencou a saúde como uma das cinco prioridades, mas elencou a prevenção ao uso de drogas, ação que também envolve os servidores da saúde. A presença da guarda municipal nas regionais e a realização de serviços de manutenção e melhorias foram as outras demandas mais apresentadas, entre outros serviços. Conforme balanço divulgado pela Prefeitura foram eleitas 50 demandas que vão compor a Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2020, que será analisada pela Câmara Municipal dos Vereadores.

    Ação contrária

    Em contraponto ao que a população quer, a gestão Greca continua investindo no desmonte de serviços e terceirização da mão de obra, além de promover a precarização nas condições de trabalho. Mesmo na Regional CIC, onde a Prefeitura terceirizou a UPA que é administrada por uma Organização Social, e a administração alega que oferece melhores serviços, a população pede mais servidores para o atendimento. No local não há pediatras, não são realizados vários exames, não recebe ambulâncias e casos mais graves são encaminhados para outras unidades. A população não quer apenas uma unidade aberta, mas sim trabalhadores e estrutura para o atendimento.

    Há enfermeiros e auxiliares de enfermagem aprovados em concurso público que a Prefeitura não convoca para cobrir a falta de servidores. Ao invés disso, a administração está trabalhando para realizar contratações temporárias por meio do Processo Seletivo Simplificado (PSS) e para terceirizar mais três UPAs: Cajuru, Boa Vista e Sítio Cercado, com ampliação de OSs.

    Não será precarizando as condições de trabalho, impondo avaliação funcional, desmontando serviços de saúde mental ou reduzindo estoque de materiais, que o atendimento vai melhorar. A população expressou sua vontade. Cabe à gestão e aos vereadores da base do prefeito entenderem a mensagem de que são as pessoas, servidores e técnicos, que fazem a diferença no serviço.

    Imprensa SISMUC
Voltar para o Índice

Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Curitiba
Rua Nunes Machado, 1577 - Rebouças, Curitiba - PR. CEP: 80220-070     Fone/Fax: (41) 3322-2475 | (41) 98407-4932     E-mail: sismuc@sismuc.org.br
Atendimento de segunda a sexta-feira das 8h às 18h.

DOHMS