Notícias

Imprimir
  • 15/02/2019 Geral

    26 cargos da Prefeitura tiveram novos descritivos publicados

    26 cargos da Prefeitura tiveram novos descritivos publicados
    Arte: Ctrls
    Sindicato analisa os novos descritivos de cargos divulgados antes dos editais dos concursos que estão com inscrições abertas
    A Prefeitura de Curitiba publicou novo descritivo de cargos, entre eles alguns que estão com inscrições abertas para concurso público. Os decretos com os novos descritivos foram publicados na edição de 28 de janeiro de 2019 do Diário Oficial Eletrônico de Atos do Município. Não houve nenhuma conversa com os servidores ou o sindicato, que os representa, para alteração nos descritivos, em mais uma atitude autoritária da gestão Greca, que não responde os questionamentos apresentados pelo SISMUC, como o que foi protocolado no final de 2018 referente a alteração no descritivo dos fiscais.

    Foram publicados 14 decretos que alteram o descritivo de 26 cargos, incluindo três do IPPUC. Os decretos tratam dos seguintes cargos: gestor da informação da administração direta (decreto nº 81), procurador do município (nº 82), auditor fiscal de tributos municipais (nº 83), biólogo (nº 84), fiscal e fiscal de obras e posturas (nº 85), agente administrativo (nº 86), professor de educação infantil (nº 87), profissional do magistério (nº 88) , técnico agrícola (nº 89), analista de desenvolvimento organizacional (nº 90), médico veterinário (nº 91), zootecnista (nº 92), nutricionista (nº 93) e o decreto nº 94 que traz adescrição do núcleo básico, das atribuições específicas, da competência técnica de ingresso e demais características inerentes aos cargos de arquiteto, engenheiro ambiental, engenheiro agrônomo, engenheiro civil, engenheiro de segurança do trabalho, engenheiro eletricista, engenheiro florestal, engenheiro químico e engenheiro sanitarista do quadro da administração direta e também dos cargos de arquiteto, engenheiro civil e engenheiro ambiental do Instituto de Pesquisa e Planejamento de Curitiba (IPPUC) .

    De uma maneira geral, cada um dos decretos detalha de forma mais objetiva os requisitos psicológicos para assumir os respectivos cargos, e responsabiliza o servidor por equipamentos, materiais, documentos, pareceres e relatórios emitidos, com algumas alterações no descritivo das funções.

    É o caso do biólogo que ganhou novas atribuições, do analista de desenvolvimento organizacional que, conforme o decreto, passa a planejar, elaborar e articular além de analisar as situações que lhe dizem respeito, sendo responsável por uma análise geral do serviço público, e acompanhar a legislação trabalhista dos cargos da administração, entre outras atribuições.

    No caso dos agentes administrativos foi ampliada a atuação destes profissionais na secretaria de saúde, com responsabilidade sobre material recebido, atendimento para população, agendamento de consultas, busca de leitos, identificação de patrimônio das unidades, entre outras funções.

    Em algumas situações passou a ser exigida formação específica como no caso de fiscais de obras, que a partir de agora precisam ter curso técnico em Edificações, o que não era exigido até então e carteira de habilitação. Para os professores de educação infantil passou a ser exigida formação em pedagogia.

    O departamento jurídico do sindicato está analisando as alterações para verificar a legalidade.


    Imprensa SISMUC
Voltar para o Índice

Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Curitiba
Rua Nunes Machado, 1577 - Rebouças, Curitiba - PR. CEP: 80220-070     Fone/Fax: (41) 3322-2475 | (41) 98407-4932     E-mail: sismuc@sismuc.org.br

DOHMS