Notícias

Imprimir
  • 06/09/2019 Geral

    Grito por direitos e pela vida impulsiona atos no 7 de setembro

    Grito por direitos e pela vida impulsiona atos no 7 de setembro
    Além do Grito dos Excluídos às 14h, dia de mobilização terá ato em defesa da educação e da previdência às 16h

    Neste sábado (7), Dia da Independência do Brasil, venha se somar ao grito por direitos, em defesa da aposentadoria, da educação e do direito à vida!

    O SISMUC reforça o convite para o 25º Grito dos Excluídos. Neste ano, a manifestação organizada por pastorais e movimentos sociais começa às 14h e será realizada na comunidade Dona Cida (Vila Corbélia - Estrada Velha do Barigui, 3239).

    7 de setembro – Dia de luta em defesa da Educação e da Previdência

    14h | Grito dos Excluídos
    Local: Estrada Velha do Barigui, 3239. Dona Cida

    16h30 | Concentração para o 4º ato do Tsunami da Educação
    Local: Praça Santos Andrade

    19h | Apresentações culturais
    Local: Largo da Ordem
    O ano de 2019 começou com o crime ambiental e trabalhista em Brumadinho, que resultou em mais 250 mortes. Agora, as queimadas criminosas na Amazônia colocam em risco a sobrevivência de todo o planeta. Por isso, o tema deste ano é Vida em primeiro lugar! Este sistema não vale: Lutamos por justiça, direitos e liberdade.

    Além de repudiar a política que coloca o lucro em primeiro lugar e incentiva queimadas e a destruição da natureza, a manifestação também tem como pauta a defesa de direitos sociais que estão sendo ameaçados no governo Bolsonaro, como previdência, saúde e educação.

    4º Tsunami da Educação

    A mobilização continua no período da tarde em Curitiba. A concentração para o 4º Tsunami da Educação tem início às 16h, na Praça Santos Andrade.Vamos às ruas novamente lutar contra os cortes na educação e contra a Reforma da Previdência.

    Os ataques à educação e à previdência estão intimamente ligados. A aprovação da Reforma da Previdência na Câmara dos Deputados ocorreu em meio a um escandaloso esquema de troca de votos por liberação de emendas que custou cerca de R$ 3 bilhões.Desse total, R$ 926 milhões saíram da verba da educação que foi congelada em fevereiro. 

    Na última segunda-feira (2), a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) anunciou o terceiro corte consecutivo de bolsas em 2019. Ao longo de 2019, foram extintas 11.811 bolsas de pesquisa financiadas pela Capes.

    Imprensa Sismuc e Sismmac
Voltar para o Índice

Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Curitiba
Rua Nunes Machado, 1577 - Rebouças, Curitiba - PR. CEP: 80220-070     Fone/Fax: (41) 3322-2475 | (41) 98407-4932     E-mail: sismuc@sismuc.org.br
Atendimento de segunda a sexta-feira das 8h às 18h.

DOHMS