Notícias

Imprimir
  • 30/01/2019 Geral

    Jornada de 8h de trabalho: menos de 100 anos de conquista

    Jornada de 8h de trabalho: menos de 100 anos de conquista
    Arte: Ctrl S
    Você sabia que diversos direitos que temos hoje enquanto trabalhadores foram conquistados através da luta daqueles que vieram antes de nós?

    A luta pela jornada de trabalho de 8h aconteceu no mundo todo. Antes dessa conquista, jornadas de 12h a 16h eram comuns na idade adulta. Já as crianças podiam trabalhar até 9h diárias.

    No Brasil, a primeira redução da carga horária veio com a greve geral em 1907, que colocou para os trabalhadores uma jornada máxima de 10h por dia. As manifestações continuaram e, em 1932, a jornada de 8h diárias foi aplicada pelo governo, tornando o tempo máximo de trabalho de 48h semanais. As mobilizações não pararam por aí e, em 1985, mais de 290 mil trabalhadores foram às ruas e garantiram uma jornada de 40 a 44h semanais para algumas categorias.

    Aprovada em 2017, a reforma trabalhista trouxe imensos retrocessos para os trabalhadores. Com ela, uma jornada de 12h diárias pode ser aplicada e o governo federal já sinalizou um possível aprofundamento dessa reforma. Ou seja, mais tentativas de retirada de direitos virão por aí e precisamos nos organizar para enfrenta-las.

    Imprensa SISMUC e SISMMAC
Voltar para o Índice

Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Curitiba
Rua Nunes Machado, 1577 - Rebouças, Curitiba - PR. CEP: 80220-070     Fone/Fax: (41) 3322-2475     E-mail: sismuc@sismuc.org.br

DOHMS