Notícias

Imprimir
  • 17/04/2019 Geral

    Quanto um vereador custa aos trabalhadores?

    Quanto um vereador custa aos trabalhadores?
    Arte: Ctrls
    A bancada do prefeito na Câmara Municipal não gostou de ver a mobilização promovida pelos sindicatos nos dois turnos da votação do projeto de lei que estabeleceu o PSS
    A bancada do prefeito na Câmara Municipal não gostou de ver a mobilização promovida pelos sindicatos nos dois turnos da votação do projeto de lei que estabeleceu o Processo Seletivo Simplificado (PSS) em Curitiba.

    Alguns parlamentares chegaram até a postar nas redes sociais a soma dos salários dos servidores municipais eleitos para as direções do SISMUC e do SISMMAC como forma de colocar tanto a população quanto a própria categoria contra os sindicatos.

    Mas, é importante ressaltar que os servidores que hoje estão na direção dessas entidades passaram por concursos públicos e conhecem muito bem a realidade dos serviços públicos da cidade, diferentemente dos vereadores. Estes pedem votos para a população na época de campanha para logo em seguida, já eleitos, virarem as costas para quem mais precisa.

    Agora, o que os vereadores não falam é o quanto custa aos trabalhadores manter um gabinete da Câmara Municipal. São aproximadamente R$ 75 mil para cada gabinete todos os meses! Os parlamentares e seus gabinetes recebem verbas de impostos como IPTU, IPVA, ICMS pagos pelo conjunto da classe trabalhadora todos os dias. Além do salário do parlamentar, existem os comissionados e toda uma série de recursos públicos que é gasta para que eles votem os interesses do prefeito na Câmara!

    Quem desperdiça o dinheiro dos trabalhadores?


    Imprensa SISMUC/SISMMAC
Voltar para o Índice

Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Curitiba
Rua Nunes Machado, 1577 - Rebouças, Curitiba - PR. CEP: 80220-070     Fone/Fax: (41) 3322-2475 | (41) 98407-4932     E-mail: sismuc@sismuc.org.br

DOHMS