Notícias

Imprimir
  • 19/03/2018 Formação

    Fórum Social reuniu jovens e movimentos dispostos a transformar o mundo

    Fórum Social reuniu jovens e movimentos dispostos a transformar o mundo
    Arquivo pessoal
    Troca de experiências e projetos é fundamental para enfrentar retrocessos sociais

    A 13° edição do Fórum Social Mundial aconteceu em Salvador-BA de 13 a 17 de março de 2018 no Campus de Ondina - UFBA e com atividades temáticas em outros pontos da cidade. O FMS é um evento que acontece a cada dois anos e organizado por movimentos sociais e sociedade civil, de todos os continentes cujo objetivo é a transformação social global.

    O início do FSM se deu com a tradicional Marcha da Abertura com participação dos movimentos sociais, sindicatos, ong's, centrais sindicais, sociedade civil, entre outros. O lema do 13° FSM "Resistir é criar. Resistir é transformar.

    Foram vários eixos temáticos debatidos durante o evento como: Comunicação, tecnologias e mídias livres; Cultura da resistência; Direitos Humanos; Um mundo sem racismo; Luta das Mulheres; Mulheres Negras; LGBTQI, Povos indígenas; Educação e Ciência; Previdência; Saúde do Trabalhador; Vidas negras importam; Economia solidária e demais temas propostos.

    Na oficina " A falsa abolição e a afirmação do racismo sobre o olhar da mulher negra", teve a presença dos Reis e rainha do país africano Benim. Convidados através do Fórum Nacional das Mulheres Negras, a comitiva composta pelo Rei Houwamenou Daagbo Hounon e rainha, o Rei Gustave Espoir Quenum e o Embaixador da República do Benin no Brasil, Boniface Vignon.

    O objetivo é conhecer o projeto político pedagógico das escolas que trabalham o estudo da história da África no currículo, além de mostrar aos estudantes aspectos da descendência real dos brasileiros.

    No espaço do Fórum ocorreram atividades artísticas, culturais e atos políticos de conscientização e denúncia da atual conjuntura. A pluralidade de culturas, diversidade de pessoas e debates foi o ápice do FSM 2018. Todas as bandeiras de luta e resistência foram contempladas e representadas nas oficinas, nas discussões.

    Dois fatores determinantes para o sucesso do FSM; a juventude, maioria em todos os espaços e comprometida com a ruptura do sistema vigente e a organização das minorias, cientes dos espaços que são seus por direito e da força da sua voz, cada movimento social com as suas especificidades na luta em prol de um único objetivo: a transformação social global.

    Silvana Rego
Voltar para o Índice

Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Curitiba
Rua Monsenhor Celso, 225, 9º andar. Conjunto 901/902 - Centro. Curitiba- PR. Cep: 80010-150     Fone/Fax: (41) 3322-2475     E-mail: sismuc@sismuc.org.br

DOHMS