Na Pauta

  • 11/12/2018 Defesa Social

    Condições precárias obrigam servidores a fazer limpeza em unidade

    Condições precárias obrigam servidores a fazer limpeza em unidade
    Repórter da base
    Contrato da prefeitura com empresa de limpeza encerra no momento em que aumenta a demanda do CRAS CORBÉLIA
    Com o contrato encerrado com a empresa TecnoLimp, que prestava serviços de limpeza nos equipamentos da Prefeitura de Curitiba, a situação está caótica na Unidade de Atendimento Corbélia, localizada ao lado da área da Ocupação 29 de Março que sofreu um incêndio de grandes proporções na última sexta-feira. Além do alto fluxo para atendimento das famílias atingidas, os servidores que atuam na unidade estão tendo que fazer serviços de limpeza, recolher o lixo, devido a falta de profissionais. É mais uma situação de descaso da administração municipal com os servidores e com os serviços públicos.

    Conforme o sindicato verificou na unidade Corbélia, vinculada ao CRAS Alto da Boa Vista, desde o término do contrato, há algumas semanas, eventualmente alguma equipe estava fazendo a limpeza da unidade. Porém com o incêndio, o atendimento está bem acima da normalidade desde o sábado, o que exige limpeza constante, pois o espaço é o local mais próximo para as famílias, que perderam suas casas, usarem.

    O sindicato ainda destaca que após meses sem serviço de roçagem no local, segunda-feira, a administração municipal enviou uma equipe para cortar a grama, o espaço ficou cheio de carrapatos e até o final da manhã desta terça-feira não apareceu ninguém para limpeza.

    O portão da unidade que estava quebrado e sendo solicitado seu conserto desde o início do ano, está sendo arrumado nesta terça-feira (11). Um exemplo claro de como a prefeitura cuida dos equipamentos quando a imprensa vai ao local, pois está interessada em mostrar uma Curitiba diferente da realidade.

    O atendimento intenso está sendo feito na unidade desde a ocorrência do incêndio, em condições de trabalho precárias, com falta de estrutura, e descaso da prefeitura para com o ocorrido. São os servidores municipais que estão fazendo a diferença e se mantêm firmes no auxílio às vítimas do incêndio.

    Limpeza

    A falta de profissionais de limpeza não está atingindo somente o CRAS Corbélia. A Tecnolimp perdeu a licitação para continuar prestando serviços pra Prefeitura de Curitiba e enquanto não se define qual é a nova empresa, a limpeza dos equipamentos está sendo revezada. Porém a situação da unidade Corbélia exige ação urgente da administração municipal.

    Imprensa SISMUC
Voltar para o Índice

Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Curitiba
Rua Nunes Machado, 1577 - Rebouças, Curitiba - PR. CEP: 80220-070     Fone/Fax: (41) 3322-2475 | (41) 98407-4932     E-mail: sismuc@sismuc.org.br

DOHMS