Na Pauta

  • 08/08/2018 Geral
    Porém.net

    Câmara de Curitiba rejeita novo pedido de convocação a presidente da Urbs

    Câmara de Curitiba rejeita novo pedido de convocação a presidente da Urbs
    Chico Camargo
    Outro pedido apresentado por vereadores do bloco de oposição já havia sido rejeitado em junho pela base do prefeito Rafael Greca

    A Câmara de Curitiba rejeitou nesta terça-feira (7) novo pedido de convocação para que o presidente da Companhia de Urbanização de Curitiba (Urbs), Ogeny Pedro Maia Neto, preste esclarecimentos sobre o reajuste da tarifa técnica do transporte coletivo. O pedido foi feito por sete vereadores que compõe os blocos da a oposição e independente do Legislativo.

    Em junho, os mesmos parlamentares já havia tentado aprovar um requerimento convocando o presidente da URBS, porém assim como nesta terça-feira (7), a maioria dos vereadores rejeitou a convocação a pedido de Pier Petruziello (PTB), líder da base do prefeito Rafael Greca (PMN). Em ambas as ocasiões, Pier afirmou que a convocação era “desnecessária” e que faria um convite pessoal ao presidente da Urbs. “Eu liguei para ele [presidente da Urbs] ontem à noite. Não temos nada a esconder, não podemos ter nada a esconder”, disse o petebista.

    Os dois pedidos de esclarecimentos foram feitos porque a prefeitura de Curitiba autorizou o aumento da tarifa técnica do transporte coletivo de R$ 4,24 para R$ 4,71, um aumento de 11%. Com isso, a passagem paga pela Urbs às empresas de ônibus será 46 centavos mais cara do que a recebida, já que o valor pago na catraca pelos passageiros, de R$ 4,25, permanece o mesmo. O novo valor é retroativo a 26 de fevereiro, data contratual de reajuste da tarifa técnica. O déficit das passagens deve ser subsidiado pela prefeitura com parte da verba de um convênio de R$ 71 milhões assinado com o governo do estado em 5 de junho.

    Os autores do requerimento criticaram a nova rejeição de um requerimento de convocação e as declarações do líder do governo que afirmou que faria um “convite” ao presidente da Urbs. “Convite a gente faz para tomar um cafezinho na lanchonete”, afirmou a líder da oposição, vereadora Noemia Rocha (MDB). “É um instrumento [a convocação] que nos cabe. Temos nós, enquanto parlamentares, representantes da população, muitas dúvidas, questionamentos.”

    Na mesma linha, Professora Josete (PT) avaliou que a convocação não é um “ato inquisitório”. “A sessão será extraordinária, com o fim específico de ouvir o convocado. Temos um rito que garante ao convocado tempo de prestar esclarecimentos e também aos vereadores de terem suas dúvidas esclarecidas. Existe um rito, uma ordem”, argumentou, em referência ao artigo 216 do Regimento Interno.

    Em resposta, Pier Petruziello afirmou que Ogeny Pedro Maia Neto estará na próxima terça-feira (14) na Câmara de Vereadores para prestar os devidos esclarecimentos.

Voltar para o Índice

Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Curitiba
Rua Monsenhor Celso, 225, 9º andar. Conjunto 901/902 - Centro. Curitiba- PR. Cep: 80010-150     Fone/Fax: (41) 3322-2475     E-mail: sismuc@sismuc.org.br

DOHMS