Na Pauta

  • 29/11/2017 Educação

    Especialista descarta superlotação de cmeis em Curitiba

    Especialista descarta superlotação de cmeis em Curitiba
    Reportagem mostra denúncia do Sismuc sobre inchaço de salas de aulas

    O especialista em educação e psicólogo Marcos Méier é contra o inchaço das salas de aula em cmeis, como pretende o prefeito Rafael Greca. Ele comenta denuncia feita pelo Sismuc, de que a gestão pretende superlotar cmeis sem amplo debate pedagógico.

    Para Méier, citando pesquisas realizadas pelo Ministério da Educação, a quantidade máxima em sala deve ser de 20 crianças, levando em consideração as idades entre quatro e cinco anos. “Mais do que isso, as crianças vão ter problema de aprendizagem. Não porque elas têm problemas cognitivos, mas porque elas não recebem a atenção suficiente”.

    Nesse sentido, o especialista é contra o aumento de crianças para suprir vagas: “Se eu aumentar o número de crianças, aí acabou tudo. Uma sala vira depósito de criancinha, onde se põe crianças e só cuida, mas sem desenvolver os cinco sentidos e as habilidades. Isso fica de lado. O professor não tem condição de fazer isso”, constata.

    Confira reportagem especial que trata da questão de Curitiba, de outras cidades pelo estado e a avaliação do especialista.

    Manoel Ramires
Voltar para o Índice

Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Curitiba
Rua Monsenhor Celso, 225, 9º andar. Conjunto 901/902 - Centro. Curitiba- PR. Cep: 80010-150     Fone/Fax: (41) 3322-2475     E-mail: sismuc@sismuc.org.br

DOHMS